Mar Salgado

quinta-feira, março 25:

ORA AQUI ESTÁ:

Mandaram-me ler o regulamento. Nem foi necessário. Então, à luz do Artigo1º, um steward , o gajo de colete amarelo que está em todo o lado num estádio, que está a um metro do terreno de jogo, que nos revista à entrada para o dito estádio, é o quê? Um espectador?Um amendoim?
Agora aguardo a lição dos meus amigos lentes de direito e ilustres advogados adeptos do FCP , com quem, para já, aprendi que os regulamentos não são para respeitar.
Mais importante: investigação ao CJ da FPF. Como é que, à luz do tal Artigo 1º, tiveram o descaramento de não considerar um steward um agente desportivo?
São agentes desportivos "todos os sujeitos que participem nas competições profissionais organizadas pela Liga ou que desenvolvam actividade, desempenhem funções ou exerçam cargos no âmbito dessas competições".
Foi por causa de um parecer com sotaque? Investigação, acusação e julgamento. Já.
 

posted by FNV on 2:02 da manhã #

Comments:
O Filipe, como bom jurista que é, sabe que a interpretaçao que está a fazer está errada e foi desde logo afirmada como errada pelos juristas que nao sao comentadores do canal benfica.
 
...a chamada "interpretação das leis" vai muito provavelmente ilibar ou protelar até prescrever os crimes da Casa Pia, do Freeport, da Face Oculta, etc.

E permitiu que escutas que todo o país conhece entre AGENTES DESPORTIVOS (presidentes de clubes, empresários, árbitros...)não sejam relevantes nem passíveis de investigação criminal.

Para aqui, o CJ não interfere. Pois.
 
Pois, ó Luí Gagliardini, nada como ler os regulamentos ( em boa hora mo mandaram fazer). Então diga lá quais são as funções do steward .
 
Caro Filipe, o que o gajo é depende do clube que o pastoreia... É essa a "moral" jurídica da Santanete do Vieira, e não é de agora! Quaresma, Lisandro, o Jornalista da RTP, as cuspidelas do Di Mania ké bom, as patadas e coices dos defesas da equipa maravalha, as histórias do célebre "Apito" onde acabou também com as erudições jurídicas a ricochetearem para as trombas quando escrutínadas por tribunais civis ou da UEFA! Quase, quase, ainda desenvolve CV para admnistrador da PT, nomeado pelo estado, para tratar dos patrocínios desportivos!
 
As funçoes do steward no tunel da luz sao as de provocar (comprovadamente) os jogadores adversários.
E a sua competência, aliada à do R Costa, é inquestionável.
Mas o jurista aqui é o Filipe.
A propósito: como se chama, em psicologia, o estado daquele que, tendo sido manifestamente beneficiado, age e fala como se tivesse sido prejudicado, virando o mundo do avesso?
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
1-”E agradecia que não chamasse luminária:
a) a quem não conhece
b)a quem nem responde
Obrigado”
Agora é adepto do Freitas do Amaral e da imbecil tese da licenciosidade? Quer respeitinho? Já percebeu que este campeonato está conspurcado pelo moço de recados do Dr. Paulo Gonçalves e está abespinhado? E o “sapiente” (pode ser assim?) quer responder? O lado “brincalhão” esfumou-se com a derrota?
2- "Se os stewards não são agentes desportivos, por que motivo o moço apanhou 3 jogos dados pelo CJ?" Esta é que é a tal objecção!? Para o poupar a tristes exibições de ignorância ainda que estribadas numa carapinha qualquer, atente em quem sabe: “O jurista João Leal Amado, especialista em Direito Desportivo, defende que as agressões de Sapunaru e Hulk a um assistente de recinto desportivo (steward) no túnel do Estádio da Luz devem ser penalizadas com uma pena de um a quatro jogos. Isto porque, segundo aquele professor auxiliar da Faculdade de Direito de Coimbra, um steward é um “vigilante de segurança privada” e “a ordem jurídica não confunde as forças de segurança com os assistentes de recintos desportivos”. É com base nesta argumentação que o FC Porto deverá apresentar recurso junto do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
No parecer a que o PÚBLICO teve acesso, João Leal Amado considera que “não faltam boas razões para duvidar do acerto” do “enquadramento regulamentar” da acusação a Hulk e Sapunaru pela Comissão Disciplinar (CD) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).
Contra os dois jogadores do FC Porto foram, recorde-se, deduzidas acusações nos termos das quais ambos teriam praticado infracções disciplinares muito graves contra “delegados ou outros intervenientes no jogo com direito ou permanência no recinto desportivo”, infracções puníveis com sanção de 6 meses a três anos, segundo o artigo 115.º, n.º 1, al. f, do regulamento disciplinar da LPFP. Mas, para o jurista, os “assistentes de recinto desportivo não são ‘intervenientes no jogo’, eles são, em certo sentido, justamente o oposto disso, visto que uma das suas tarefas centrais consiste em evitar que os espectadores possam intervir e perturbar o normal desenrolar do jogo”. No seu entender, “em princípio” não estão “autorizados a aceder e a permanecer num túnel de ligação entre o recinto de jogo e os balneários”.
João Leal Amado considera, assim, que “não se vislumbram razões válidas para enquadrar” as agressões de Hulk e Sapunaru no artigo 115.º. “Parece-nos estranho que o instrutor acusador diga, preto no branco, que estabelece esse artigo que o jogador que cometa agressão contra outro interveniente no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo, entre os quais o assistente de recinto desportivo, é punido com pena de suspensão de 6 meses a 3 anos e multa (...)”, cita. E questiona: “Como!? Entre os quais assistente de recinto desportivo!? O preceito diz isso? Não diz. O preceito não faz menção a qualquer assistente de recinto desportivo.”
Em conclusão, é referido que os jogadores não poderão “ser objecto de outra punição senão a prevista para as hipóteses em que um jogador agride qualquer outro elemento do público, nos termos do art. 120.º do regulamento disciplinar da Liga, que já qualifica a respectiva conduta como uma infracção disciplinar grave”, punível com uma pena de um a quatro jogos.” http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1421601
3 – Pois é: “ne sutor ultra crepidam”
4- A Ndrangheta atingiu os objectivos delineados em 2004. Demorou, é certo, mas lá chegou.
 
Ze: "a derrota "( no seu ponto 1)????
Eheheh...quando foi que me mudei para os que comem chapa 3? eheheh.., bem, às vezes são 5, de facto
 
E Mais:
Não se estribe no dr. Leal Amado ( que uma vez sujou a minha casa coitad, tinha pisado uma coisa na rua, é uma pessoa amabilíssima):

Um steward não desempenha funções na competição?Ah não? Então faz o quê?
Propaganda...
 
1- Sim, sim a derrota, e estrondosa no campo jurídico. A revogação de uma “tese” que não é asinina mas sim intencional. É encomendada pelo departamento jurídico do Dr. Paulo Gonçalves, antigo estagiário do Dr. Adelino.
2- Fico satisfeito porque largou o “tom do respeitinho” e voltou ao lado “brincalhão” que sempre deve presidir a isto. É bem verdade. O Porto este ano colecciona derrotas. Porém, ainda não chegamos aos 7-1 infligidos por Galegos nem 5 dados por Gregos. Os nossos adversários eram de outra igualha.
 
caro FNV,

ontem um jornalista disse numa das peças sobre este tema que 'o recurso do Porto tinha resultado'.

já me esqueci que para eles resulta sempre. até o Platini se envergonha.


propaganda...propaganda...
 
Ó ze: a "luminária" que me deu uma opinião jurídica é a mulher com que estou casado há 20 anos.É advogada, licenciou-se com boa nota na UC e é honesta ( por isso somos remediados)
Até fui muito brando eheheheh...
 
Um parecer:

O "interveniente no jogo" mantém uma relação dinâmica de interacção, física ou simbólica, de cumplicidade ou de conflitualidade, com os "outros significantes" do jogo: companheiros de equipa, adversários, árbitro, treinador, banco, etc. No mais generoso dos limites, pode falar-se de interacção simbólica com o público e, sobretudo, com as "claques".

Pela mesma razão que os seguranças do hospital não são "intervenientes no acto médico"; como os seguranças da CD (se os há) não são - sorte a deles! - "intervenientes nos seus desvarios justiceiros".

Costa Andrade
 
Bom dia Filipe,
Resposta a uma das suas perguntas : - um "steward" é um amendoim...
e como há jogadores que são macacos pensaram que os podaim comer.
Um abraço
 
Não é interveniente no jogo, jorg. Leia o artigo1º. A definição é: todos os que desempenham funçõés no âmbito da competição.
Pois é.
 
1- Caro Filipe, as minhas vigorosas desculpas. Sinceramente, julguei que a sua fonte fosse outra.
2-Por lei são vigilantes privados. Os do Benfica servem para provocar e cuspir e, como sabe, nem sequer podiam estar no túnel. Tal evidência foi confirmada pelo “filho do Benfiquista de Canelas”.
3- “Não se estribe no dr. Leal Amado”. Homessa, então apelo às suas “opiniões jurídicas”? E se não quer o Leal Amado leia então o Meirim ou o Costa Andrade. Não me fale é naquele monumento de ignorância que é um tal de Colaço, um “jurista das novas oportunidades” a julgar pelos dislates que profere e escreve.
 
irra, que a farronca continua. custa muito dizer: ok, estava errado?
desempenham funções *no âmbito da competição*, não no *local da competição*. O polícia que vigia o jogo também é interveniente no no jogo? e o jornalista? e o gajo que vende os gelados?
quanto ao parecer com sotaque, lê o que escreveu na altura o meu amigo e grande benfiquista JM Meirim.
e a partir de agora, sobre este assunto, faço como o Rui Costa: enfio as mãos nos bolsos e assisto.
 
Sim, sim o vendedor de pipocas também desempenha funções no âmbito da competição… No fundo é tudo o que servir os interesses do servo em prol do seu senhor. Será muito interessante verificar a sua “carreira”. Tem a palavra o Dr. Paulo Gonçalves e o Vieira condenado pela justiça comum.
 
só mais uma coisa: mandaram-te ler o regulamento para não dizeres que era *evidente* que o CJ tinha considerado que havia uma agressão a um agente desportivo. O que, como vês agora, não só não é evidente, como não foi o que aconteceu.
 
a sorte é que, quando algum adepto resolve entrar em campo a meio do jogo e, na melhor das hipóteses, passear-se no relvado, os stewarts não ficam a assistir de mãos enfiadas nos bolsos.
 
Subsídio definitivo para a temática da interpretação do Artigo 1º.

Os estádios de futebol, em dias de competição desportiva, são normalmente preenchidos pelos seguintes componentes, para além das estruturas em betão e relva:

1. Sujeitos, os espectadores e os agentes desportivos, os que agem, pessoas humanas dotadas de animus, que assistem, que fazem coisas, desenvolvem, participam e funcionam, num largo espectro que vai desde o tocamento de instrumentos musicais até ao pontapeamento de animais que invadem o relvado.

2. Objectos, os stewards, coisas que ali colocaram, revestidas de amarelo, matéria destinada a servir de alvo de amendoins, tremoços, almofadas, bolas e treino de kick boxing e pugilato, em actividades exercidas por sujeitos em sentido próprio, e que, por vezes, são vistos a exercer movimentos mecânicos reflexos, ainda pouco estudados, quando deles se aproximam os sujeitos.

Espero ter demonstrado sem margem para dúvidas que os stewards não são agentes deportivos. Não carece de agradecer. FNV, vai buscar.
 
POLÍCIA IGUAL AOS ADEPTOS

A Comissão Disciplinar (CD) da Liga ficou surpreendida com a decisão de ontem. Sabe o CM que, na comissão, não se consegue compreender como um steward – ou um polícia ou um bombeiro – possa ser enquadrado no "público".

"É uma enormidade jurídica, uma opção arbitrária e discricionária", disse, ao CM, fonte da CD. Contudo, a comissão liderada por Ricardo Costa considera normal que um recurso tenha provimento e releva que a "bondade" da análise da CD nunca foi atacada pelo CJ.

CJ CONTRARIA JURISPRUDÊNCIA

Ao enquadrar os stewards como "público", o Conselho de Justiça (CJ) da Federação contraria as suas antigas decisões em casos idênticos. Fernando Mendes (E. Amadora-FC Porto, 1997), João Vieira Pinto (Rio Ave-Benfica, 1997) e Duah (V. Setúbal-U. Leiria, 1998) agrediram bombeiros e o CJ não teve dúvidas em classificar as vítimas como intervenientes no jogo, quando, em vigor, estava a mesma regulamentação que castigou Hulk e Sapunaru.



O MUGABE do CJ ainda está vivo da silva... já quando foi dos castigos ao Chefe-de-caixa se mostrou. FCP os campeões dos tuneis e secretaria
 
PC: calma. No início até reconheci que tinha de cursar direito, depois obedeci-te e fui ler o regulamento.
Ora vejamos: nos anos 90, o dr. Guilherme Aguiar condenou o Fernando Mendes, do FCP, em 3 meses, por ter agredido um bombeiro num jogo com o E.Amadora.
Os bombeiros marcam golos? Dão tácticas?
( não custa nada dmitir que se pode estar errado, tens razão)
 
Reparo agora que o Chefe explicou ainda melhor do que eu.
A propaganda continua. Irra.
 
O nosso futebol é um esgoto a céu aberto.
Como é possível alterar uma sanção com esta amplitude (de 6 meses de suspensão para 3 jogos), a partir da mesma base factual, ou seja, a de que os ditos jogadores agrediram um segurança do Estádio?

Descrédito é pouco para qualificar o que se passou neste caso.

De ora em diante, aguardam-se as manifestações exuberantes contra quem ganhar este campeonato (bem, se ganhar o Braga, fica tudo em paz...).
A tenda está definitivamente armada.
 
caro FNV,

bravo!

confesso que estou em pulgas para saber como irá PC explicar a decisão do Guilherme Aguiar na década em que os corruptos viravam os jogos a 10 minutos do fim.

alguém faça chegar a cábula ao Sílbio.
 
Não tarda e estão a retocar fotografias ( ou decisões, despachos ou lá o que é...)
 
1- Continuam os dislates. Um Bombeiro não é um segurança privado. Tem funções relevantes no jogo na assistência que prestam. Têm intervenção no jogo. São aqueles indivíduos que entram em campo para retirar de maca os jogadores. Desgraçadamente, não estão devidamente equipados com se constatou no infeliz episódio do Feher. Os seguranças privados não têm intervenção no jogo, sendo certo, que os do Benfica servem para insultar os jogadores adversários. É evidente que para o departamento jurídico do Benfica eles são essenciais à sua estratégia delineada em 2004.
2- Ilustres Juristas - Leal Amado, Costa Andrade e José Manuel Meirim - arrasaram o arrazoado do “filho do Benfiquista de Canelas”. A justiça comum também já o fez e por diversas vezes. Dali apenas saem ventosidades destinadas a agradar a Ndrangheta. Todavia, os adeptos do “mais grande” peroram como se fossem da arte e percebessem algo. O “barbas” parece que tem um restaurante e aqui não se discute culinária. Discutem-se conceitos jurídicos. O “acho isto e acho aquilo” é magnífico para discutir futebol, mas, por certo, ninguém quer um “achista” a fazer uma observação clínica ou a fazer um cálculo para a construção de uma ponte. Ou já agora para defender no areópago a sua liberdade, honra ou património.
 
bem, como o joão pereira tem particular apreço pelo que escrevo, aqui vai:

1) Não conheço essa decisão, nem sei se o Regulamento aplicável nos anos 90 era idêntico a este.
2) Mesmo que fosse igual a este, um bombeiro tem funções diferentes de um steward (stewart só conheço o james): transporta para fora do campo os jogadores magoados (o joão moutinho já fez vários amigos nos bombeiros)
3)Mesmo que a decisão, no passado, tenha sido errada, isso não justifica que se persista no erro: suponha o joão pereira que era acusado de certo facto que a jurisprudência entendia constituir crime; e suponha que o seu advogado conseguia convencer o tribunal que tal jurisprudência estava errada; o que sentiria se o condenassem com base no argumento de que, embora erradamente, já tinham decidido assim no passado?
4) é lamentável que se atribua tal decisão porventura errada à corrupção de quem decide. isso é o mesmo que afirmar que o CD da Liga decidiu assim para prejudicar o porto. se continuam assim, nunca saem daí.
 
a pouco e pouco...
 
Diz o hooligan:
"um cavalheiro que gosta de aparecer nos telejornais para mostrar que é ele que manda. Infelizmente, é ele quem manda. Verificou-se que é uma péssima escolha para um orgão com essa responsabilidade e essa relevância. É um fundibulário de pacotilha e um ironista de terceira ordem; e se isso não bastar, fica dito que, com aqueles gestos de pantomineiro, as suas decisões se assemelham a uma palhaçada."
 
Pinto da Costa?
 
Andei por atalhos e descobri este parecer do professor Costa Andrade

http://www.inverbis.net/opiniao/costaandrade-sapunarulk.html

Diz, na parte que interessa, o seguinte:

“Em boa verdade, a lei não impõe, sequer sugere, que seguranças privados sejam "intervenientes no jogo": nem faria sentido que o dissesse, já que eles não intervêm no jogo, na diversidade de planos, funções e papéis em que este se desdobra. Os seguranças privados não integram o universo daqueles que contribuem para a densidade agónica própria da competição desportiva no contexto da sociedade moderna”
(…)
“Pela mesma razão que os seguranças do hospital não são "intervenientes no acto médico”

É fascinante o mundo da interpretação jurídica. O Costa Andrade tranforma, sem dizer água vai, as funções e cargos no âmbito das competições desportivas (é esta a letra da lei), em “intervenção no jogo”. É já um pequeno passo além, e não é preciso grande esforço para, com essa fórmula, afastar logo os roupeiros, na sua solidão dos balneários a engomar os calções dos jogadores. Mas vai mais longe: exige “densidade agónica”. É obra. Pergunto eu que “densidade agónica” se pode pedir á actividade de engomar calções. Mais disso, têm os vendedores de pevides nas bancadas, aos tropeções, enquanto municiam os adeptos de coisas com que trincar para acalmar os nervos. Mas já agora que está com a densidade agónica entre mãos, faz o Costa Andrade um paralelismo com o “acto médico”. Pois claro, o caminho é esse. As auxiliares que varrem os corredores do hospital, pelo menos que torçam pela vida ou morte dos acamados, ou não serão agentes hospitalares..

A palavra chave, segundo percebi, é “profissionais”. Esses, por definição, não são agentes desportivos, por não usufruírem das qualidades apontadas. Teríamos assim que os bombeiros voluntários, talvez, mas os sapadores municipais, já não. Já agora, o Deco sofrerá de densidade agónica, por quem, lá na África do Sul? Não estou a dizer que não seja agente desportivo, atenção.
 
Caramelo: mereces um fino.
 
caramelo, gosto do seu espírito, mas lamento corrigi-lo: é mesmo a "lei" que fala em "intervenientes no jogo":

art. 115º, nº 1, als. e) e f) do Regulamento da Liga:
"1. São punidas nos termos das alíneas seguintes as agressões praticadas pelos jogadores contra: (...)
Delegados ou *outros intervenientes no jogo* com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo".

Foi a alínea f) deste Regulamento que o CD da Liga aplicou ao Hulk e ao Sapunaru.
 
é melhor publicar aqui antes que os *achismos* continuem a multiplicar-se:

http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Regulamento%20disciplinar.pdf
 
Caro PC, não se canse. Há até um que acha que percebeu o que o Costa Andrade escreveu. Repete-se: “ne sutor ultra crepidam”.
 
queria só fazer uma ressalva: confirma-se que a Bíblia não diz "...No primeiro dia, ze fez com que a luz e a escuridão aparecessem...".
 
João,não te canses: já pus uma imagem lá em cima. Pode ser que chegeum lá com os métodos audivisuais.
 
PC,
Não há, no regulamento, definição de “intervenientes no jogo”, nomeada e concretamente no artigo 1º. Como é lógico, através de uma interpretação sistemática e teleológica da Lei, mailos bons costumes e o bom entendimento de um razoável pai de família (não necessariamente do Benfica) terá de se fazer coincidir a figura com a figura de “Agentes” com a definição que lhe é dada pela alínea d) do artigo 1º. Logo, onde está “Delegados ou outros intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo” (115º), deve entender-se “delegados ou outros agentes desportivos com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo”. O professor Costa Andrade ratou a coisa e reduziu-a a esse tal estado de espírito agónico e amador. Dois finos, fáxavor.
 
caramelo, discordo.
interveniente no jogo não é a mesma coisa que agente desportivo. um funcionário de um clube é sempre um agente desportivo mas pode não ser um interveniente no jogo.
por outro lado, pela sua interpretação, não só os jornalistas e polícias são intervenientes no jogo (porque acha que cabem no art. 1º, ao desempenharem funções no local), como também os stewards estão sujeitos ao poder disciplinar da Liga (p. ex., para efeitos do art. 34º - suspensão de agente desportivo). o que, convirá, seria extraordinário.
 
Vamos lá então, PC. Mas isto tudo, porquê? Porque a técnica jurídica do regulamento é má, dando azo a agonias interpretativas.

Um agente desportivo (ex. o funcionário do clube) será um “interveniente no jogo”, nos termos e para os efeitos do artigo 115º, se permanecer no recinto desportivo com direito de acesso. Se ficar em casa, obviamente, nem corre risco nenhum que lhe batam no recinto.

O poder disciplinar da Liga é exercido sobre os “agentes” (artigo 2º), agentes esses que é a malta toda da alínea d) do nº1. Não sobre os “intervenientes no jogo”, que é uma espécie de ectoplasma jurídico.

Os artigos 34º e 35º prevêem, é verdade, medidas disciplinares sobre os “agentes”, incluindo a medida preventiva que é o cartão vermelho do árbitro. Podem de facto levar com o vermelho todos os agentes mencionados no artigo 2º? Fica pelo menos assente que os bombeiros estão afastados, não é? E quem mais? E quando os clubes começarem a fazer outsorcing de algumas outras funções, para além do stewardismo, como os médicos, por exemplo? Um jogador que bata num médico a recibo verde, não deve ser sancionado? Eu inclino-me mais para uma concepção alargada do conceito de agente desportivo (sim, incluindo mesmo os jornalistas e policias) do que para a sua restrição, o que pode ser feito desde já. Saber se um jornalista ou policia pode ser punido pela Liga, é questão que também se pode resolver por via interpretativa, sem grande trabalho. Enquanto não se alterar o regulamento para o clarificar e não andarmos nestas “guerras”. Que não deixam de ser divertidas.
 
...Caramelo é o máximo!

... e no sábado há mais futebol, do verdadeiro, com craques a sério e não com interpretações abstrusas.

(Vejo com divertimento que, este ano, 0-3 em Alvalade, 0-3 em Faro e 0-5 em Londres têm causado fartas perturbações gástrico-mentais...)
 
caramelo, claro que estas discussões têm graça, mas só quando não se tem a barriga cheia de evidências e se sabe distinguir a ironia do sarcasmo pacóvio. por isso, obrigado pela civilidade.

ora bem: o que nos divide é a interpretação do que sejam "intervenientes no jogo".
no seu entender - corrija-me se o tiver treslido -, a lei não define o que são esses sujeitos e, por isso, é preciso *integrar* a expressão com a definição de "agentes" do art. 1º, al. d). como entende que os stewards "desempenham funções... no âmbito da competição", os stewards seriam também intervenientes no jogo.
ora, a mim parece-me, em primeiro lugar, que não se deve buscar a definição de "intervenientes no jogo" na definição de "agentes". se fosse essa a intenção do Regulamento, o art. 115º, als. e) e f), referir-se-ia, muito simplesmente aos "agentes com direito de acesso, etc.". a utilização de uma expressão diversa indicia precisamente que as duas normas têm um alcance diverso.
posto isto, importa concretizar o que são "intervenientes no jogo". "interveniente" é alguém que não é meramente presente durante o jogo; é aquele cujas funções lhe permitem, ao menos potencialmente, tomar parte no jogo (equipa técnica, bombeiros, maqueiros, massagistas, etc.).
qual é a razão da especial gravidade (em relação ao público, porque em relação aos jogadores intrometem-se outros factores que agora não interessam) das agressões cometidas contra os intervenientes no jogo? é a protecção do jogo. ora, um steward (tal como um polícia) não intervém no jogo: ao contrário dos bombeiros e massagistas, não interage com os protagonistas e a sua função é apenas a de evitar que outras pessoas intervenham no jogo. por isso, a agressão a um steward ou a um polícia é um ilícito perante a lei comum mas não prejudica especialmente o jogo.
por outro lado, a definição de "agentes" tem uma finalidade própria, nomeadamente a sua sujeição ao poder disciplinar da Liga, e não me parece inadequado argumentar com a insusceptibilidade de stewards e polícias estarem sujeitos a essa jursidição para os afastar, desde logo, da hipótes do art. 1º, al. d).
enfim, parece-me haver uma distonia entre a sua recusa de procedimentos interpretativos para excluir a figura de steward dos "intervenientes no jogo" (aí, em seu entender, valeria apenas a "lei", no entendimento que dá ao art. 1º, al. d)), e depois aceitar, com beatitude, os procedimentos interpretativos tendentes a excluir o poder disciplinar da Liga relativamente a certos agentes desportivos.
não?
 
...como dizia o outro, esta gente não gosta de futebol!

Do bonito, bem jogado e emotivo. E com golos!

Então,sábado, na Luz lá estaremos (espero bem que não nos saia o tiro pela culatra...)e que vença o melhor.

(O gozozinho acrescido é ver e sentir a tripalhada lá tão longe, tão, longe...)
 
Pedro Caeiro faz aqui imesna falta, por imensos motivos, e a bola é o mais pequeno.
 
Olá, Pedro, obrigado eu,
Isto não é fácil,
Ponto prévio: a lei não é clara, deve ser interpretada. E a interpretação, penso eu, deve ir no sentido de acalmar os ânimos no recinto do jogo, evitar a violência, alargando o conceito de intervenientes no jogo, em vez de o restringir, com o argumento, do Costa Andrade, de que isso é a regra em matéria sancionatória. ok. Mas parece-me que a ameaça de três ou quatro jogos de suspensão sobre um jogador é um preço razoável a pagar para que o desporto seja só isso… desporto. Não se prevê exactamente no regulamento que a Liga condene os agentes desportivos ao encarceramento na cave da sua sede… No limite, a afastarem-se os stewards e os policias do conceito de intervenientes no jogo, teriamos que um jogador ou um massagista que matassem um policia ou um steward, não poderiam ser punidos pela Liga, com a justificação de que os policias e os stewards também não poderiam ser punidos pela Liga se matassem um jogador ou um massagista. Ora, isto parece-me absurdo. E de alguma forma tem de ser resolvido.

Continuo a achar que os intervenientes no jogo terão de se ir procurar entre os agentes. Corrijo o que antes disse: as figuras de “intervenientes no jogo” e “agentes desportivos” não coincidem. São intervenientes no jogo os agentes que estiverem no recinto de jogo com direito de acesso. Quem elaborou o regulamento, se tivesse pensado, ter-se-ia de facto referido aos "agentes com direito de acesso etc…”.

Diz o Pedro que interveniente no jogo é “aquele cujas funções lhe permitem, ao menos potencialmente, tomar parte no jogo”. Mas isso, acho eu, afasta outros, como os delegados, observadores dos árbitros e certos funcionários dos clubes, que ali estão só a observar ou a tomar notas, etc. Esse, nem sequer “potencialmente” são intervenientes no jogo. Estarei errado? Mesmo correndo o risco de transformar isto num discussão semântica, eu diria que os steawrds intervêm no jogo, sim, precisamente por evitarem que outros intervenham. Têm, por isso, influência no desenrolar do espectáculo. Se ali não estivessem, o resultado seria talvez outro e nisso terão mais intervenção efectiva do que outros agentes (incluindo, frequentemente, jogadores, como guarda-redes que, em certos jogos mal têm têm oportunidade de tocar na bola ;))

Quastão diferente, é saber se, no actual quadro regulamentar, os policias e o stewards podem ser punidos pela Liga. Claro que não. Nem neste regulamento, nem noutro qualquer. É pelo menos tão absurdo como não punir um jogador que mande um steward ou policia para o hospital, como digo atrás.
Mas cheguei a um beco sem saída. Nunca pensei é que me desse agora a vontade súbita de começar a ler as crónicas do José Manuel Meirim.
 
Enviar um comentário

This site is powered by Blogger because Blogger rocks!



Mar de opinioes, ideias e comentarios. Para marinheiros e estivadores, sereias e outras musas, tubaroes e demais peixe graudo, carapaus de corrida e todos os errantes navegantes.

Velhos lobos do mar

Tripulação
Filipe Nunes Vicente (FNV)
Nuno Mota Pinto (NMP)
Vasco Lobo Xavier (VLX)
Ze Pedro Dordio (Neptuno)

Mensagens SOS
lobosdomar2 at gmail.com

Subscribe in a reader

Vagas de Fundo
35 mm
A a Z (Nuno Judice)
A Bordo
A Destreza das Dúvidas
A Espuma dos Dias
A Invencao de Morel
A Mesa de Cafe
A Montanha Magica
A Natureza do Mal
A Origem das Especies
A Terceira Noite
A Voz do Deficiente
Aba de Heisenberg
Actual
Adufe
Aforismos e Afins
Albergue Espanhol
Alexandre Soares Silva
Almanaque Republicano
Almocreve das Petas
Amor e Ocio
Angulo Morto
Aurea Mediocritas
Azul Cobalto
Babugem
Bandeira ao Vento
Beco das Imagens
Bem pelo Contrario
Bibliotecario de Babel
...bl-g- -x-st-
Bloguitica
Blogues - Parlamento
Bombyx-mori
Camara Corporativa
Camara de Comuns
Campo de Afectos
Carreira da India
Casa em Construcao
Casmurro
Choque de Geracoes
Citador
Cocanha
Companhia de Mocambique
Complexidade e Contradicao
Conta Natura
Contrafactos
Contra Indicado
Corta Fitas
Critico Musical
Daily Make-Up
Da Literatura
Delito de Opiniao
Defender o Quadrado
Der Terrorist
Dias Felizes
DOTeCOMe
Educacao Sentimental
Escrito a Lapis
Esplanar
Esquina do Rio
Essencial ou Acessorio
Estado Civil
Estado do Sitio
Estudos sobre o Comunismo
Estrangeirados
Eternuridade
Foram-se os Aneis/Os Dedos
Futuro Presente
G. Civil Espanhola
Gavea
Gloria Facil
hARDbLOG
Hipatia
Hole Horror
Hotel Sossego
Ilhas
Humanae Litterae
Imprensa Internacional
Industrias Culturais
Intima Fraccao
Janela para o Rio
Jansenista
Joel Neto
Klepsydra
Lampada Magica
Lei Seca
Leitura Partilhada
letraminuscula
LER (Revista)
Margens de Erro
Mas certamente que sim!
Ma-Schamba
Mau Tempo no Canil
Medico Explica
Mel com Cicuta
Melancomico
Memoria Inventada
Memoria Virtual
Metablog
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miss Pearls
Modus Vivendi
Mostarda
Nariz de Ferro
Na Trilha de Moebius
No Arame
Nonio
O Ceu sobre Lisboa
O Jardim Asssombrado
O Mocho
O Pulo do Gato
O Sinico
O Regresso a Veneza
O Valor das Ideias
Oficina das Ideias
Passado/Presente
Pastoral Portuguesa
Pastilhas
Periferica
Pobre e Mal Agradecido
Portugal Contemporaneo
Portugal dos Pequeninos
Prazer Inculto
Professorices
Prosa Solta
Quadratura do Circulo
Quase em Portugues
Quase Famosos
Quatro Caminhos
Quezia
A Reforma da Justica
Renas e Veados
Respirar o mesmo Ar
Respublica
Retorica e Persuasao
Retorta
Rocketboom
Roma Antiga
Rua da Castela
Rua da Judiaria
Senhor Palomar
Sentidos da Vida
Seta Despedida
Sete Sombras
Sitio dos Haikais
Sobre o tempo que passa
Sociedade Harmonia
Solvstag
Sopa de Pedra
Sound+Vision
SOS Racismo
Spectrum
Suction with Valchek
Sulmoura
Sushi Leblon
Tempo Dual
Terra da Alegria
Textos de Contracapa 2
Tomara que caia
Torreao Sul
True Lies
Turing Machine
Um blog sobre Kleist
Uniao de Facto
Universos Desfeitos
Vida Breve
Vitriolica webb's ite
Xupacabras
White Rabbit

O bom bordo
A Arte da Fuga
A Causa foi Modificada
ABC do PPM
Abrupto
Acho eu
Almariado
Azimutes
Blasfemias
Blogue dos Marretas
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Caminhos Errantes
Causa Liberal
Contra a Corrente
Desesperada Esperanca
Esmaltes e Joias
Fumacas
Gattopardo
Gato do Cheshire
Homem a Dias
Impertinencias
Loja do Queijo Limiano
Nem Tanto ao Mar...
Nortadas
Notas Soltas
O Cachimbo de Magritte
O Insubmisso
O Insurgente
O Sitio (JP Coutinho)
Observador
4R - Quarta Republica
Republicas Mortas
Sexta Coluna
Traducao Simultanea
Tomar Partido
31 da Armada
Vasco Campilho
Virtualidades
Vox Pop (Paulo Gorjao)
Voz do Deserto

O outro bordo
2+2=5
A Barbearia do Sr. Luis
Abrangente
Anti-Direita Portuguesa
Arquivo (Pedro Adao e Silva)
Arrastao
Aspirina B
Avatares de Desejo
Avesso do Avesso
Bicho Carpinteiro
Blogo Social Portugues
Causa Nossa
Cinco Dias
Cobra Cuspideira
Descredito
Ex-Ivan Nunes
French kissin'
Forum Cidade
Grao de Areia
Hoje ha Conquilhas...
Independencias
Irmao Lucia
Irreflexoes
Jugular
Ladroes de Bicicletas
Laranja Amarga
Linha de Conta
O Amigo do Povo
O Canhoto
O Tempo das Cerejas
Os Tempos que Correm
Pais Relativo
Palavra Aberta
Peao
Puxa Palavra
Tempo dos Assassinos
Zero de Conduta

Boa Onda
100nada
7000 Nomes
3 Tesas
A Espada Relativa
A Origem do Amor
A Tasca
A Toca do Gato
Abobada Palatina
Abutres
Albergue dos Danados
Alcagoita
Alfacinha
Amicus Ficaria
Anarca Constipado
Ardazorelhas
Armada Invisivel
Azul Limao
Balta-zar
Bazonga da Kilumba
Beatas
Big-head Motel
Blog Sem Nome
Blogame Mucho
Blogotinha
Blogue dos Putos
Cao de Guarda
Carta de Amor
Cerco do Porto
Chaparro
Chapeleiro Louco
Cheiro a Torradas
Cibertulia
Cimbalino
Conversa na Travessa
Conversas de Cafe
Controversa Maresia
Cronicas Matinais
Daedalus
Desblogueador de Conversa
Desejo Casar
Dias que Voam
El Coronel
Elogio da Ginja
Epicurtas
Ernesto Cadaval
Exacto
Flores do Campo
Forcas de Blogueio
Gabardina
Gato Fedorento
Grupo do Pato
Hora Absurda
Impensavel
Internet para Domesticas
Intimista
Irmao Lucia
Lapis de Cor
Lapis de Minas
Linha de Cabotagem
Lobi do Cha
Loira Gasta
Mais coisa menos coisa
Maizumpomonte
Manos Metralha
Maus Figados
Meia Livraria
Minimalismo
Ministerio do Bom Senso
Misterio
Morte aos Feios
Mostrengos
Mulheres e Deusas
My Moleskine
Niilista Optimista
No Parapeito
Nucleo Duro
O Anacleto
O Bisturi
O Carimbo
O Jumento
O Piolho da Solum
O Proletario Vermelho
O Velho da Montanha
O Vilacondense
Ocidental Praia
Office Lounging
Opinion Desmaker
Os Outros de Nos
Outro lado da Lua
Papoila
Pirilampo Magico
Planeta-Reboque
Ponto e Virgula
Rata Maluka
Revisao da Materia
Sabor a Sal
Santa Ignorancia
Sebenta
Sem Penis nem Inveja
Sem querer penso
Ser Portugues (ter que)
Sexo dos Anjos
Silhuetas
Sociedade Anonima
Substrato
The Amazing Trout Blog
The Dying Animal
The Galarzas
The Ultimate Bitaite
Torneiras de Freud
Tragico-Come(r)dia
Trenguices
Tudo menos Politica
Um pouco mais de Sul
Umbigo
Undisclosed-Recipient
Vamos Lixar Tudo
Vela Latina
Womenage a Trois
Xobineski Patruska
XX-XY

Especialistas
A forma do Jazz
Agenda Diplomatica
Arqueoblogo
Arquitectices
Arquivos do Cinefilo
Antonio Reis
Blog de Publicidade
Bola Verde
Caderneta da Bola
Causidicus
Clube de Fas do Jose Cid
Cum grano salis
Dicionario Diplomatico
Direito e Economia
Direitos
Empreender
Epiderme (Arquitectura)
Futeblog Total
Futebol Mesmo
Incursoes
Intervencoes Sonoras
Lifecooler (Turismo)
Maes (e pais tambem)
Maritimo
Megafone (Futebol)
Metablogue
Naufragium
Nietzsche e Schopenhauer
Noite Escura (Musica)
Notas Formais
Notas Verbais
O Cozinheiro
O Gang (Arquitectura)
Pardalitos do Choupal
O Portista
O Projecto (Arquitectura)
Ondas (Surf)
Respirar o mesmo ar
Sangue Leonino
Sempre Briosa
Sex in Lisbon
Simplesmente Briosa
Socio(B)logue 2.0
Teatro no Ar
Terceiro Anel
The Serendipitous Cacophonies
Toiradas
Upgrade
Ultimatos
Venda-se (Economia)
Via Rapida (Musica)
Vidro Azul (RUC)

Bussolas
Bloco de Notas
Blog Clipping
Blogo
Blogolicos Anonimos
Blogueio
Jornalismo e Comunicacao
Ponto Media
PTBloggers
Technorati Beta
Weblog em Portugal

Pessoal da Estiva
A Cagada
A Minha Pilinha
Adoro Mulheres
Merdas do Costume
O Meu Pipi
O Periodo
O Pipi vai nu
Penis Desorientado

Armada Invencivel
Uniao Blogues Livres

Homens ao Mar
A Mao Invisivel
A Praia
A Saga do Povo Portugues
ABsurdo
Aquele Outro
Aqui nao ha Poeta
Aviz
Barnabe
Blogo vos vejo
Blog de Esquerda (I)
Blog de Esquerda (II)
Bloguitica Internacional
Bloguitica Nacional
BZR
Caminhante
Catalaxia
Cidadao Livre
Coluna Infame
Comprometido Espectador
Conta Corrente
Criticar os Blogues
Cristovao de Moura
Cruzes Canhoto
De Direita
De Esquerda
Descobrimentos
Dicionario do Diabo
E a Cultura, Estupido
Einstein
Espigas ao Vento
Espigas ao Vento (II)
Estudos sobre o Comunismo (I)
Extravaganza-2003
Flor de Obsessao
Farpas
Fora do Mundo
French kissin'
Freira Dadaista
Heterodoxias
Intelligo
Janela Indiscreta
Jaquinzinhos
Latinista Ilustre
Lerias
Liberdade de Expressao
Linhas Tortas
Lista de Blogs
Macjete
Mata Mouros
Mephistofeles
Meridiano
Xanelcinco
Mukankala
Murmurios do Silencio
Nacional Porreirismo
Nao esperem nada de mim
No Quinto dos Imperios
O Complot
O Espectro
O Estado das Coisas
O Franco Atirador
O Maranhao
O Sinedrio
Outro, eu
Pais Relativo
Palavrar
Pano para mangas
Pela Santa Liberdade
Portugal e Arredores
Posto de Escuta
Pula Pulga
Quarta Vaga
Ref. Azul Electrico
Replicar
Revista Atlantico
Ruim
Socio(B)logue
Terras do Nunca
Thomaz vs. Cunhal
Tugir
Valete Fratres
Vendedora Peganhenta
Via da Verdade
Vitamina C
What do you represent
Whisky2000

Translate
Traducao

Arquivo
05/04/2003 - 05/11/2003 05/11/2003 - 05/18/2003 05/18/2003 - 05/25/2003 05/25/2003 - 06/01/2003 06/01/2003 - 06/08/2003 06/08/2003 - 06/15/2003 06/15/2003 - 06/22/2003 06/22/2003 - 06/29/2003 06/29/2003 - 07/06/2003 07/06/2003 - 07/13/2003 07/13/2003 - 07/20/2003 07/20/2003 - 07/27/2003 07/27/2003 - 08/03/2003 08/03/2003 - 08/10/2003 08/10/2003 - 08/17/2003 08/17/2003 - 08/24/2003 08/24/2003 - 08/31/2003 08/31/2003 - 09/07/2003 09/07/2003 - 09/14/2003 09/14/2003 - 09/21/2003 09/21/2003 - 09/28/2003 09/28/2003 - 10/05/2003 10/05/2003 - 10/12/2003 10/12/2003 - 10/19/2003 10/19/2003 - 10/26/2003 10/26/2003 - 11/02/2003 11/02/2003 - 11/09/2003 11/09/2003 - 11/16/2003 11/16/2003 - 11/23/2003 11/23/2003 - 11/30/2003 11/30/2003 - 12/07/2003 12/07/2003 - 12/14/2003 12/14/2003 - 12/21/2003 12/21/2003 - 12/28/2003 12/28/2003 - 01/04/2004 01/04/2004 - 01/11/2004 01/11/2004 - 01/18/2004 01/18/2004 - 01/25/2004 01/25/2004 - 02/01/2004 02/01/2004 - 02/08/2004 02/08/2004 - 02/15/2004 02/15/2004 - 02/22/2004 02/22/2004 - 02/29/2004 02/29/2004 - 03/07/2004 03/07/2004 - 03/14/2004 03/14/2004 - 03/21/2004 03/21/2004 - 03/28/2004 03/28/2004 - 04/04/2004 04/04/2004 - 04/11/2004 04/11/2004 - 04/18/2004 04/18/2004 - 04/25/2004 04/25/2004 - 05/02/2004 05/02/2004 - 05/09/2004 05/09/2004 - 05/16/2004 05/16/2004 - 05/23/2004 05/23/2004 - 05/30/2004 05/30/2004 - 06/06/2004 06/06/2004 - 06/13/2004 06/13/2004 - 06/20/2004 06/20/2004 - 06/27/2004 06/27/2004 - 07/04/2004 07/04/2004 - 07/11/2004 07/11/2004 - 07/18/2004 07/18/2004 - 07/25/2004 07/25/2004 - 08/01/2004 08/01/2004 - 08/08/2004 08/08/2004 - 08/15/2004 08/15/2004 - 08/22/2004 08/22/2004 - 08/29/2004 08/29/2004 - 09/05/2004 09/05/2004 - 09/12/2004 09/12/2004 - 09/19/2004 09/19/2004 - 09/26/2004 09/26/2004 - 10/03/2004 10/03/2004 - 10/10/2004 10/10/2004 - 10/17/2004 10/17/2004 - 10/24/2004 10/24/2004 - 10/31/2004 10/31/2004 - 11/07/2004 11/07/2004 - 11/14/2004 11/14/2004 - 11/21/2004 11/21/2004 - 11/28/2004 11/28/2004 - 12/05/2004 12/05/2004 - 12/12/2004 12/12/2004 - 12/19/2004 12/19/2004 - 12/26/2004 12/26/2004 - 01/02/2005 01/02/2005 - 01/09/2005 01/09/2005 - 01/16/2005 01/16/2005 - 01/23/2005 01/23/2005 - 01/30/2005 01/30/2005 - 02/06/2005 02/06/2005 - 02/13/2005 02/13/2005 - 02/20/2005 02/20/2005 - 02/27/2005 02/27/2005 - 03/06/2005 03/06/2005 - 03/13/2005 03/13/2005 - 03/20/2005 03/20/2005 - 03/27/2005 03/27/2005 - 04/03/2005 04/03/2005 - 04/10/2005 04/10/2005 - 04/17/2005 04/17/2005 - 04/24/2005 04/24/2005 - 05/01/2005 05/01/2005 - 05/08/2005 05/08/2005 - 05/15/2005 05/15/2005 - 05/22/2005 05/22/2005 - 05/29/2005 05/29/2005 - 06/05/2005 06/05/2005 - 06/12/2005 06/12/2005 - 06/19/2005 06/19/2005 - 06/26/2005 06/26/2005 - 07/03/2005 07/03/2005 - 07/10/2005 07/10/2005 - 07/17/2005 07/17/2005 - 07/24/2005 07/24/2005 - 07/31/2005 07/31/2005 - 08/07/2005 08/07/2005 - 08/14/2005 08/14/2005 - 08/21/2005 08/21/2005 - 08/28/2005 08/28/2005 - 09/04/2005 09/04/2005 - 09/11/2005 09/11/2005 - 09/18/2005 09/18/2005 - 09/25/2005 09/25/2005 - 10/02/2005 10/02/2005 - 10/09/2005 10/09/2005 - 10/16/2005 10/16/2005 - 10/23/2005 10/23/2005 - 10/30/2005 10/30/2005 - 11/06/2005 11/06/2005 - 11/13/2005 11/13/2005 - 11/20/2005 11/20/2005 - 11/27/2005 11/27/2005 - 12/04/2005 12/04/2005 - 12/11/2005 12/11/2005 - 12/18/2005 12/18/2005 - 12/25/2005 12/25/2005 - 01/01/2006 01/01/2006 - 01/08/2006 01/08/2006 - 01/15/2006 01/15/2006 - 01/22/2006 01/22/2006 - 01/29/2006 01/29/2006 - 02/05/2006 02/05/2006 - 02/12/2006 02/12/2006 - 02/19/2006 02/19/2006 - 02/26/2006 02/26/2006 - 03/05/2006 03/05/2006 - 03/12/2006 03/12/2006 - 03/19/2006 03/19/2006 - 03/26/2006 03/26/2006 - 04/02/2006 04/02/2006 - 04/09/2006 04/09/2006 - 04/16/2006 04/16/2006 - 04/23/2006 04/23/2006 - 04/30/2006 04/30/2006 - 05/07/2006 05/07/2006 - 05/14/2006 05/14/2006 - 05/21/2006 05/21/2006 - 05/28/2006 05/28/2006 - 06/04/2006 06/04/2006 - 06/11/2006 06/11/2006 - 06/18/2006 06/18/2006 - 06/25/2006 06/25/2006 - 07/02/2006 07/02/2006 - 07/09/2006 07/09/2006 - 07/16/2006 07/16/2006 - 07/23/2006 07/23/2006 - 07/30/2006 07/30/2006 - 08/06/2006 08/06/2006 - 08/13/2006 08/13/2006 - 08/20/2006 08/20/2006 - 08/27/2006 08/27/2006 - 09/03/2006 09/03/2006 - 09/10/2006 09/10/2006 - 09/17/2006 09/17/2006 - 09/24/2006 09/24/2006 - 10/01/2006 10/01/2006 - 10/08/2006 10/08/2006 - 10/15/2006 10/15/2006 - 10/22/2006 10/22/2006 - 10/29/2006 10/29/2006 - 11/05/2006 11/05/2006 - 11/12/2006 11/12/2006 - 11/19/2006 11/19/2006 - 11/26/2006 11/26/2006 - 12/03/2006 12/03/2006 - 12/10/2006 12/10/2006 - 12/17/2006 12/17/2006 - 12/24/2006 12/24/2006 - 12/31/2006 12/31/2006 - 01/07/2007 01/07/2007 - 01/14/2007 01/14/2007 - 01/21/2007 01/21/2007 - 01/28/2007 01/28/2007 - 02/04/2007 02/04/2007 - 02/11/2007 02/11/2007 - 02/18/2007 02/18/2007 - 02/25/2007 02/25/2007 - 03/04/2007 03/04/2007 - 03/11/2007 03/11/2007 - 03/18/2007 03/18/2007 - 03/25/2007 03/25/2007 - 04/01/2007 04/01/2007 - 04/08/2007 04/08/2007 - 04/15/2007 04/15/2007 - 04/22/2007 04/22/2007 - 04/29/2007 04/29/2007 - 05/06/2007 05/06/2007 - 05/13/2007 05/13/2007 - 05/20/2007 05/20/2007 - 05/27/2007 05/27/2007 - 06/03/2007 06/03/2007 - 06/10/2007 06/10/2007 - 06/17/2007 06/17/2007 - 06/24/2007 06/24/2007 - 07/01/2007 07/01/2007 - 07/08/2007 07/08/2007 - 07/15/2007 07/15/2007 - 07/22/2007 07/22/2007 - 07/29/2007 07/29/2007 - 08/05/2007 08/05/2007 - 08/12/2007 08/12/2007 - 08/19/2007 08/19/2007 - 08/26/2007 08/26/2007 - 09/02/2007 09/02/2007 - 09/09/2007 09/09/2007 - 09/16/2007 09/16/2007 - 09/23/2007 09/23/2007 - 09/30/2007 09/30/2007 - 10/07/2007 10/07/2007 - 10/14/2007 10/14/2007 - 10/21/2007 10/21/2007 - 10/28/2007 10/28/2007 - 11/04/2007 11/04/2007 - 11/11/2007 11/11/2007 - 11/18/2007 11/18/2007 - 11/25/2007 11/25/2007 - 12/02/2007 12/02/2007 - 12/09/2007 12/09/2007 - 12/16/2007 12/16/2007 - 12/23/2007 12/23/2007 - 12/30/2007 12/30/2007 - 01/06/2008 01/06/2008 - 01/13/2008 01/13/2008 - 01/20/2008 01/20/2008 - 01/27/2008 01/27/2008 - 02/03/2008 02/03/2008 - 02/10/2008 02/10/2008 - 02/17/2008 02/17/2008 - 02/24/2008 02/24/2008 - 03/02/2008 03/02/2008 - 03/09/2008 03/09/2008 - 03/16/2008 03/16/2008 - 03/23/2008 03/23/2008 - 03/30/2008 03/30/2008 - 04/06/2008 04/06/2008 - 04/13/2008 04/13/2008 - 04/20/2008 04/20/2008 - 04/27/2008 04/27/2008 - 05/04/2008 05/04/2008 - 05/11/2008 05/11/2008 - 05/18/2008 05/18/2008 - 05/25/2008 05/25/2008 - 06/01/2008 06/01/2008 - 06/08/2008 06/08/2008 - 06/15/2008 06/15/2008 - 06/22/2008 06/22/2008 - 06/29/2008 06/29/2008 - 07/06/2008 07/06/2008 - 07/13/2008 07/13/2008 - 07/20/2008 07/20/2008 - 07/27/2008 07/27/2008 - 08/03/2008 08/17/2008 - 08/24/2008 08/24/2008 - 08/31/2008 08/31/2008 - 09/07/2008 09/07/2008 - 09/14/2008 09/14/2008 - 09/21/2008 09/21/2008 - 09/28/2008 09/28/2008 - 10/05/2008 10/05/2008 - 10/12/2008 10/12/2008 - 10/19/2008 10/19/2008 - 10/26/2008 10/26/2008 - 11/02/2008 11/02/2008 - 11/09/2008 11/09/2008 - 11/16/2008 11/16/2008 - 11/23/2008 11/23/2008 - 11/30/2008 11/30/2008 - 12/07/2008 12/07/2008 - 12/14/2008 12/14/2008 - 12/21/2008 12/21/2008 - 12/28/2008 12/28/2008 - 01/04/2009 01/04/2009 - 01/11/2009 01/11/2009 - 01/18/2009 01/18/2009 - 01/25/2009 01/25/2009 - 02/01/2009 02/01/2009 - 02/08/2009 02/08/2009 - 02/15/2009 02/15/2009 - 02/22/2009 02/22/2009 - 03/01/2009 03/01/2009 - 03/08/2009 03/08/2009 - 03/15/2009 03/15/2009 - 03/22/2009 03/22/2009 - 03/29/2009 03/29/2009 - 04/05/2009 04/05/2009 - 04/12/2009 04/12/2009 - 04/19/2009 04/19/2009 - 04/26/2009 04/26/2009 - 05/03/2009 05/03/2009 - 05/10/2009 05/10/2009 - 05/17/2009 05/17/2009 - 05/24/2009 05/24/2009 - 05/31/2009 05/31/2009 - 06/07/2009 06/07/2009 - 06/14/2009 06/14/2009 - 06/21/2009 06/21/2009 - 06/28/2009 06/28/2009 - 07/05/2009 07/05/2009 - 07/12/2009 07/12/2009 - 07/19/2009 07/19/2009 - 07/26/2009 07/26/2009 - 08/02/2009 08/02/2009 - 08/09/2009 08/09/2009 - 08/16/2009 08/16/2009 - 08/23/2009 08/23/2009 - 08/30/2009 08/30/2009 - 09/06/2009 09/06/2009 - 09/13/2009 09/13/2009 - 09/20/2009 09/20/2009 - 09/27/2009 09/27/2009 - 10/04/2009 10/04/2009 - 10/11/2009 10/11/2009 - 10/18/2009 10/18/2009 - 10/25/2009 10/25/2009 - 11/01/2009 11/01/2009 - 11/08/2009 11/08/2009 - 11/15/2009 11/15/2009 - 11/22/2009 11/22/2009 - 11/29/2009 11/29/2009 - 12/06/2009 12/06/2009 - 12/13/2009 12/13/2009 - 12/20/2009 12/20/2009 - 12/27/2009 12/27/2009 - 01/03/2010 01/03/2010 - 01/10/2010 01/10/2010 - 01/17/2010 01/17/2010 - 01/24/2010 01/24/2010 - 01/31/2010 01/31/2010 - 02/07/2010 02/07/2010 - 02/14/2010 02/14/2010 - 02/21/2010 02/21/2010 - 02/28/2010 02/28/2010 - 03/07/2010 03/07/2010 - 03/14/2010 03/14/2010 - 03/21/2010 03/21/2010 - 03/28/2010 03/28/2010 - 04/04/2010 04/04/2010 - 04/11/2010 04/11/2010 - 04/18/2010 04/18/2010 - 04/25/2010 04/25/2010 - 05/02/2010 05/02/2010 - 05/09/2010 05/09/2010 - 05/16/2010 05/16/2010 - 05/23/2010 05/23/2010 - 05/30/2010 05/30/2010 - 06/06/2010 06/06/2010 - 06/13/2010 06/13/2010 - 06/20/2010 06/20/2010 - 06/27/2010 06/27/2010 - 07/04/2010 07/18/2010 - 07/25/2010 07/25/2010 - 08/01/2010 08/01/2010 - 08/08/2010 08/08/2010 - 08/15/2010 08/15/2010 - 08/22/2010 08/22/2010 - 08/29/2010 08/29/2010 - 09/05/2010 09/05/2010 - 09/12/2010 09/12/2010 - 09/19/2010 09/19/2010 - 09/26/2010 09/26/2010 - 10/03/2010 10/03/2010 - 10/10/2010 10/10/2010 - 10/17/2010 10/17/2010 - 10/24/2010 10/24/2010 - 10/31/2010 10/31/2010 - 11/07/2010 11/07/2010 - 11/14/2010 11/14/2010 - 11/21/2010 11/21/2010 - 11/28/2010 11/28/2010 - 12/05/2010 12/05/2010 - 12/12/2010 12/12/2010 - 12/19/2010 12/19/2010 - 12/26/2010 12/26/2010 - 01/02/2011 01/02/2011 - 01/09/2011 01/09/2011 - 01/16/2011 01/16/2011 - 01/23/2011 01/23/2011 - 01/30/2011 01/30/2011 - 02/06/2011 02/06/2011 - 02/13/2011 02/13/2011 - 02/20/2011 02/20/2011 - 02/27/2011 02/27/2011 - 03/06/2011 03/06/2011 - 03/13/2011 03/13/2011 - 03/20/2011 03/20/2011 - 03/27/2011 03/27/2011 - 04/03/2011 04/03/2011 - 04/10/2011 04/10/2011 - 04/17/2011 04/17/2011 - 04/24/2011 04/24/2011 - 05/01/2011 05/01/2011 - 05/08/2011 05/08/2011 - 05/15/2011 05/15/2011 - 05/22/2011 05/22/2011 - 05/29/2011 05/29/2011 - 06/05/2011 06/05/2011 - 06/12/2011 06/12/2011 - 06/19/2011 06/19/2011 - 06/26/2011 06/26/2011 - 07/03/2011 07/03/2011 - 07/10/2011 07/10/2011 - 07/17/2011 07/17/2011 - 07/24/2011 08/07/2011 - 08/14/2011 08/21/2011 - 08/28/2011 10/09/2011 - 10/16/2011 10/23/2011 - 10/30/2011 11/06/2011 - 11/13/2011 11/27/2011 - 12/04/2011 12/11/2011 - 12/18/2011 12/18/2011 - 12/25/2011 01/08/2012 - 01/15/2012 02/05/2012 - 02/12/2012 02/26/2012 - 03/04/2012