Mar Salgado

sábado, maio 29:

A PORTUGUESA: Aqui há uns tempos, a esquerda, sempre a reboque do bloco da mesma, fez chacota e ridicularizou até à exaustão a ideia de se cantar o hino nacional nas escolas. Como sempre, para a esquerda, isso parecia-lhe uma ideia de direita que obrigava ao ululante protesto e barulho ensurdecedor para que não se pudesse ouvir mais nada, nem mesmo o hino. Para a esquerda, por qualquer motivo que nunca compreenderei, cantar o hino nas escolas soa-lhe a antigo regime, ecoa-lhe como a campainha de Pavlov e fá-la salivar, não de fome mas de raiva.
O resultado foi-nos dado por uma reportagem da TVI: o entrevistador perguntava às pessoas se conheciam a letra de A Portuguesa, se a sabiam cantar. Aquilo que nos mostraram é confrangedor: as pessoas não sabem o hino, não conhecem a melodia nem a letra. Tentam lá chegar por sons aproximados, sem sequer se preocuparem em saber se o que estão a dizer faz algum sentido. Uma miséria. Uma tristeza. Mais uma que podemos agradecer à esquerda.
 

posted by VLX on 6:24 da tarde # (3) comments

UM COLEGA MEU: Esta é para o JMF do Terras do Nunca ( link directo só disponível na coluna da direita) com carinho: " A UDP e o PSR já eram europeístas", declarou Miguel Portas ao Expresso. É melhor não aprofundar o que "eram" desde "quando". No outro dia o JMF arrumou-me na gaveta dos "pândegos": há lugar para mais um?
 

posted by FNV on 12:57 da tarde # (1) comments

O "MOURINHO" DA ENOLOGIA: Já bebi todos os seus vinhos, do Marquês de Borba ao Vila Santa, passando pelo interessantíssimo e ribatejano Conde de Vimioso. Falo de João Portugal Ramos, que, soube através do Público ( o melhor jornal português em matéria de crítica vínicola), foi distinguido este ano pelo Finantial Times via Jancis Robinson ( que muito tem feito pelo vinho português em Inglaterra), como um dos 25 melhores enólogos europeus. Já este ano JPR tinha ganho na Alemanha o prémio de melhor enólogo estrangeiro de 2004, entregue pela Wein Gourmet.
Há outros consagrados, como Luís Pato e Francisco Soares Franco, ou um que conheci de raspão, na altura na Quinta da Lagoalva, Rui Reguinga, que está agora a dar poder aos vinhos da Quinta dos Roques, mas JPR tem características especiais. Já nem falo das histórias malandras, que se contam do tempo em que era mero segunda linha de muitas casas com as quais tinha avenças, histórias de inveja e traição. Falo da qualidade dos seus vinhos, sobretudo em dois aspectos. Primeiro, o mérito de fazer grandes vinhos em quantidades descomunais para a realidade portuguesa: uma coisa é encher 2000 garrafas de um extraordinário varietal de Touriga ou Baga, ou de uma deliciosa assemblage de Alicante com Trincadeira ( o chamado "vinho de garagem") outra é produzir 30000 ou 60000 garrafas de Vila Santa ou Conde de Vimioso. Depois, o preço: qualidade em troca de bom e justo dinheiro, torna feliz o bebedor e o produtor.
Isto da relação qualidade preço tem muito que se lhe diga, e no mundo do vinho nem se fala. Em Bordéus, as coisas entornaram devido à especulação idiota dos últimos 10 anos, Portugal tem de ter cuidado. O mercado nacional tem peso específico, e o perfil do consumidor português é algo esquizóide: despreza os brancos e o Vinho do Porto, não cuida do vinho do dia a dia, embora esgote por vezes colheitas caríssimas. Os restaurantes, os enólogos fartam-se de o dizer, têm responabilidades pesadas na matéria: na sua maioria tratam péssimamente os vinhos, as cartas, as temperaturas e os copos de serviço, e vendem o néctar a preços infames. Muitos potenciais consumidores de vinho de qualidade ficam convencidos que um vinho mau é bom porque é caro, um vinho mediano é para ocasiões especiais, e que um grande vinho é para milionários. A crítica especializada também não ajuda à festa: descobre tanto em zurrapas como em garrafas de eleição as mesmas qualidades: "notas de baunilha e frutos vermelhos" e outras que tais. Por isso, venham mais JPR's e outros como ele.
 

posted by FNV on 11:30 da manhã # (1) comments

DO CARÁCTER: Estou-me bem nas tintas para os que pensem que este post se deve aos laços de amizade que me ligam ao Nuno Mota Pinto, admnistrador deste blogue. O Expresso de hoje antecipa declarações feitas por Ramalho Eanes a Freire Antunes, no âmbito de um livro que este escreveu e vai publicar, sobre um obscuro personagem ligado ao "eanismo". Diz Ramalho Eanes que se arrependeu de ter convidado Mota Pinto em 1978 para primeiro-ministro porque este defendia certas ideias antes de ser convidado, e passou a defender outras depois; isto aludindo a uma conversa que manteve com Mota Pinto, na altura do convite.
Mota Pinto não está cá para se defender, Eanes pode dizer o que quiser sobre as conversas que com ele manteve em privado. Isto, como se sabe, tem um nome.
 

posted by FNV on 11:12 da manhã # (0) comments

sexta-feira, maio 28:

PRECE AO PADRE BROWN: O Dr.Louçã está chocado com o facto de umas cervejolas serem distribuídas aos jogadores da selecção nacional, pois que "um golo de Pauleta não pode ser comemorado com uma bebedeira". E uma algia no hipocôndrio esquerdo do Pauleta, vulgo a popular "dor de burro", poderá receber as propriedades terapêuticas da cannabis? A questão é inovadora e eu, pela minha parte, não me "choco" ( raio de palavra o Dr.Louçã me obriga a utilizar) nada com o estilo neo-calvinista e post-puritano ( portanto que digamos assim, arminiano) do Dr. Louçã. Já agora, poderia o deputado debruçar-se sobre a discutível supremacia do capoeirista pontapé "chapéu-de-couro" do aluno no professor, relativamente à simples cabeçada daquele, neste? A gerência agradece.
 

posted by FNV on 9:35 da tarde # (1) comments

OS ESTUDANTES A TREINAR (MAL): Na passada terça-feira a Assembleia Magna da Associação Académica de Coimbra incluiu tal sessão de pancadaria que o presidente da Mesa, Cláudio Schultz, desabafou ao Diário as Beiras: " É vergonhoso andar à pancada numa Assembleia Magna". Também acho: rabos ao léu e calhaus pelos ares, não houve porquê, hã ? Andam a brincar ou quê, cambada de preguiçosos?????
 

posted by FNV on 11:40 da manhã # (0) comments

A PROPÓSITO DA GREVE DO SEF: O rinoceronte branco Ceratotherium Simum, ao contrário do seu irmão negro Diceros bicornis ( a cor não é para aqui chamada, resulta de um erro de observação dos primeiros europeus) ainda hoje é caçado. O problema com eles, bem como com os seus primos de Samatra, Índia e Java é terem a mais longa ejaculação do mundo animal, o que fez atribuir aos seus cornos propriedades afrodísiacas. Esta atribuição, como todas as atribuições ( as de patriotismo ou de responsabilidade, por exemplo) tem por base um inferência particular e causal. Os antigos marajás indianos e mandarins chineses, ao ingerirem o pó feito do chifre sentiam no pénis um formigueiro que os faziam crer estar a assimilar as capacidades do bruto. Mas o que de facto acontecia, e acontece, infelizmente, é outra coisa: o chifre, como toda a gente sabe, não ósseo, mas uma aglomerado compacto de queratina; esta, ao ser ingerida e não digerida, é expulsa através da uretra, sob a forma d epequenos cristais, e daí a sensação de formigueiro e a subsequente erecção extemporânea.
O rinoceronte negro está virtualmente extinto ( o recorde do Safari Club Internacional é um troféu de 1955 com 89 pontos) como o juízo em certos homens, porque é mais exigente na alimentação ( vivia em matas fechadas, e a dieta era mais variada). Henrique Galvão e Abel Pratas, entre 1930 e 1940 ainda o bispavam nas matas angolanas do Cuando, no Capelongo, no Vícuar. José Pardal e Serras Pires caçaram-no raramente, mais tarde, por volta dos anos sessenta, em Moçambique, no Alto-Zambeze, no Missingir e no Páfuri. O branco, mais dócil de carácter, alimenta-se como um cavalo e tem sido reproduzido com relativo sucesso, em parque fechado. Alguns milionários podem ainda hoje abater um exemplar por 30.000 euros, 6.000 contos. Outros, e é aqui que a história se torna interessante, podem adoptar a modalidade de darting: o "caçador" dispara um dardo com tranquilizante sobre o bicho e pode fotografar-se em cima dele com a carabina ao lado. Também pode pôr-se ao fresco depressinha antes que o animal acorde, operação que é monitorizada por uma eqipa de game-rangers, biólogos e veterinários. Tudo por 6.000 euros, mil e duzentos contos.
Ou seja, no darting, tudo se passa como nada se passasse: o caçador caça mas não caça, o bicho morre mas não morre, o corno vai para a sala de troféus mas o rinoceronte fica com ele. Does it ring a bell?
 

posted by FNV on 12:15 da manhã # (1) comments

quinta-feira, maio 27:

CONGRATULATIONS: Ao FCP, pois claro, que começa a caminhar para se tornar um clube querido de todos os portugueses: toda a grande caminhada começa por um pequeno passo, como dizia o camarada Mao, oxalá o clube saiba capitalizar em simpatia o ouro branco da taça. Por falar em Mao, parabéns ( atrasados) ao Barnabé ( link directo só disponível na coluna da direita), que atingiu a 25 de Maio, as 400.000 visitas. O Rui Tavares, diz-se "um bocado aparvalhado" com a proeza. Não sei porquê. Tal como no 24 Horas ou no Correio da Manhã, se há coisa para a qual eles trabalham (e bem) é para as audiências, neste caso, do seu segmento específico. Chegarão num ápice ao meio milhão.
 

posted by FNV on 7:29 da tarde # (0) comments

TUDO AZUL III: O mundo inteiro fala do Futebol Clube do Porto. E de Portugal. Só temos de ficar felizes. Viva o FCP! Viva Portugal!
 

posted by VLX on 1:10 da manhã # (0) comments

quarta-feira, maio 26:

TUDO AZUL II: Entendamo-nos: a visita ao México é seguramente importante. Mas pode ser adiada e é até compreensível que o seja (não o digo por se tratar do FCP, se fosse com qualquer outro clube achava o mesmo; acontece que hoje, tal como o Benfica fez há 42 anos atrás, é o FCP quem leva bem longe o futebol português e o nome de Portugal).
Quem duvida disso, atente nas audiências televisivas de logo à noite.
E além de ser importante a divulgação de Portugal no mundo (principalmente se atendermos ao facto de organizarmos o Euro 2004), esta participação do FCP na final da CL é importantíssima para o povo português e deveria unir-nos - e não separar-nos como tenta a oposição. Repare-se no que neste momento passa na televisão: da Alemanha vêm imagens de emigrantes portugueses na Itália, na própria Alemanha, França, Noruega, Bélgica e outros países; muitos adeptos do FCP, alguns do Benfica, outros do Boavista, mas todos unidos e orgulhosos de poderem estar ali, naquele estádio, pelo FCP e por Portugal. O melhor presente para os nossos compatriotas emigrantes que sozinhos se esfalfam diariamente em países estranhos, será amanhã regressarem aos países ricos, poderosos e grandes onde trabalham com (espero) a alegria de uma brilhante vitória no bolso.
Estes nossos compatriotas, que passam o ano todo longe do seu país, vão querer ver hoje no estádio aquela equipa maravilha, vão bulhar por poder contemplar Jorge Nuno Pinto da Costa, um ou outro achará graça a avistar Maria José Ritta (um punhado deles gostaria até, certamente, de ver o PR), os Príncipes do Mónaco, mas todos, todos eles gostarão de poder encontrar ali, junto deles, num momento grande da nação, o PM do seu país. O PM deve isso aos nossos emigrantes e também por isso fez bem em ir. Agora só falta o FCP ganhar.
 

posted by VLX on 6:47 da tarde # (5) comments

TUDO AZUL: Tudo azul, hoje, mas a oposição não resistiu, é superior às suas forças. Já ontem uma representante do Bloco de Esquerda vociferava contra o PM na Dois. Em vão Diogo Feyo lhe tentou fazer ver a importância do acontecimento e que, quanto à visita ao México, não só a mesma tinha sido devidamente tratada pelos meios diplomáticos próprios como não tinha sido cancelada, mas apenas adiada. A bloquista acusava ainda o PM de se juntar à onda ganhadora do FCP (por qualquer motivo estranho que só aquelas cabecinhas compreenderão, isso deve ser crime. Para esta gente, apoiar quem defende o nome de Portugal no mundo deve ser coisa proibida. De resto, a bloquista parece esquecer-se de que o FCP ainda não ganhou; vindo de quem vem, imagino que os bloquistas estejam já a torcer por uma derrota só para poderem atacar o PM).

Ferro Rodrigues também não resistiu: leu na AR um bilhetinho (certamente passado por um assessor ou colaborador que não o grama) queixando-se pelo facto do PM ir à Alemanha, coisa que só serviu para fazer má figura e para Durão Barroso brilhar. Excelente, foi (mais) um bónus do PS com que o PM seguramente não contava.
 

posted by VLX on 6:44 da tarde # (0) comments

RESOLVER "À PORTUGUESA": A contratação milionária para a direcção da DGCI efectuada pela Ministra da Finanças vem mais uma vez demonstrar o problema da disparidade entre os salários praticados no sector público e no sector privado. Hoje em dia, por muito sedutor que seja o prestígio que se retira do serviço prestado à causa pública, torna-se cada vez mais difícil ao Estado captar os melhores, aos quais não é exigível que ganhem cinco e dez vezes menos do que ganhariam no sector privado. E é um problema que tende a agravar-se uma vez que, por motivos eleitorais, nunca foi frontalmente assumido pelos nossos governantes. Existe uma espécie de acordo tácito entre os maiores partidos para a nomeação de ex-ministros para a administração das várias empresas públicas (ou para outros cargos igualmente generosos), como que a título de "indemnização" pelo dinheiro perdido enquanto em funções governativas. A resolução do problema vai sendo adiada com recurso a medidas de excepção, como a referida contratação.
No entanto e, mais grave, é que as dificuldades de "recrutamento" já são evidentes ao nível do próprio governo.
 

posted by Neptuno on 5:19 da tarde # (0) comments

QUE GANHE O MELHOR! Hoje, em Gelsenkirchen, estarão cerca de 500 jornalistas, centenas de fotógrafos, repórteres de rádio, quase uma centena de estações de televisão transmitirão em directo uma final da mais afamada competição do mais divulgado e apreciado desporto. Nessa final, que decidirá quem é o melhor dos melhores em 2004, participa uma equipa que dizem ser de um pequeno clube, com um minúsculo orçamento, oriunda de um país de reduzida dimensão, que dizem estar deprimido. Nesse país não há empresa, agremiação, associação, equipa, atleta, empresário, líder - o que seja - que permita dar semelhante divulgação mundial do que por cá se faz bem. É natural que o PM desse povo, dessa nação que o dito pequeno clube representa e vai mostrar ao mundo, esteja presente nessa final, aliando-se ao grupo de homens cheios de raça e vigor que tal serviço prestam ao país.
Dado o excepcional valor dessa equipa de jogadores, estou certo de que todos os portugueses, hoje, a bem de Portugal, querem que vença o melhor. E não que aconteça taça, como há dez dias atrás...
 

posted by VLX on 2:00 da tarde # (1) comments

terça-feira, maio 25:

AINDA RAFAH: "Temos de ser humanos e judeus e não apenas fanáticos da segurança", são as palavras de Yosef Lapin, líder do Partido Shinui, parceiro da coligação que sustenta Sharon. Lapin foi mais longe, porventura demasiado longe, ao comparar a ravage do exército do israelita em Rafah com a Shoa, "o indizível", o holocausto de assinatura nazi. Veio do Ministro da Saúde, ironia da circunstância, Dan Naveh, a indignação perante a analogia. Terreno minado este, a velha Arte da Prudência de Baltazar Gracian, desesperadamente nos convocando.
Mas o que se passou em Rafha, sobretudo em Brasil e em Tel Sultan, bairros miseráveis, ultrapassou a minha compreensão e pelos vistos a dos espectadores e (involuntários) actores próximos. Já aqui o tinha dito, não sendo eu militar nem especialista de segurança, ainda assim não consegui bispar ponta de lógica na destruição sistemática de habitações civis e no assassínio de inocentes. Em Israel, segundo a Associated Press que cita fontes do exército e do Governo, a perplexidade não é incomum. Para quê? Dizem alguns analistas que foi uma vingança pela morte recente de 13 soldados israelitas na Faixa de Gaza ( e não foram pedras que os mataram, apesar da manhosa propaganda palestiniana), dizem outros que Sharon quer mostrar-se duro à direita do Likud antes de retirar. A versão oficial assenta na procura de terroristas e respectivas rotas de escapatória. Seja o que for. Se tiver sido por vingança, o acto é terrorista porque penaliza civis. Se o que motivou a imbecilidade de Rafah foi uma mensagem política, o velho princípio kantiano de encarar os homens como fins e não como meios, jaz morto e arrefece em terras de David.
A obsessão securitária, que percebo a menos que fosse descerebrado, estará naquela zona do globo a retomar um velho refrão anterior à cultura: o outro é, antes de ser, meu inimigo. A prazo, o resultado desta lógica implacável será o de não ser mais possível distinguir o homem da besta. A esperança residirá talvez nos tormentos da viagem, e por isso as palavras de um sábio judeu, que há muito leio, batem-me à porta:
"We were, we remain nomads across time"
( George Steiner, Through That Glass Darkly, 1991)
 

posted by FNV on 9:14 da tarde # (0) comments

EPÍLOGO: Julgo ter chegado a uma razoável plataforma de acordo com o JMF do Terras do Nunca ( link directo só disponível na coluna da direita) sobre a situação dos media na Venzuela de Chávez. O JMF acentua a manipulação mediática pelos carteis de empresários do ramo ligados aos EUA, o que não ponho em dúvida, eu limitei-me a sublinhar o outro lado: a violência do regime, que pretende silenciar vozes desagradáveis para o amigo de Fidel. Será com gosto que lerei a opinião profissional e conhecedora do JMF sobre o panorama mediático na Venezuela.
 

posted by FNV on 12:30 da tarde # (1) comments

BLOGUICES DE PRAIA: Há uma conjugação de situações que adoro, que é quando a um julgamento que acaba mais cedo se alia um fim de tarde admirável e soalheiro. Geralmente marcho logo para um dos sítios onde mais gosto de estar, a praia. Foi o que me aconteceu há dias.
Encontrava-me lá confortavelmente sentado, sacudindo incomodado três irritantes grãos de areia que tinham logrado arranhar o cabedal do meu sapato direito, enquanto esperava um retemperador Tanqueray. A meu lado, um velho amigo que tinha descoberto recentemente o fenómeno dos blogs não parava de me oferecer as suas opiniões sobre o assunto. Gostava imenso destas coisas, percorria todos os blogs. Um deles era considerado bastante bom pelo meu amigo. Continha no entanto, dizia-me, uma particularidade extremamente bizarra e original: um dos postadores desse blog dedicava-se a escalpelar os posts dos colegas, dissecando-os, interpretando-os à sua maneira, por vezes alterando-os, encontrando intenções nos posts, segundas, terceiras e por vezes quartas intenções, lendo nas entrelinhas, imaginando estar sempre certo, julgando-se o rei dos hermeneutas, dono da verdade e paladino da moral.
Parece que invariavelmente o dito postador passava o tempo à procura do que lhe parecia a melhor interpretação de cada post e depois martelava furiosa mas alegremente o teclado com expressões do tipo "ah ah, apanhei-te!...", "ah ah, o que fulano quis dizer foi aquilo!..."
Não interessava se na maioria das vezes estava enganado ou não, o meu velho amigo achava aquilo uma situação insólita, desagradável e mesmo incómoda. Perguntou-me se não acharia o mesmo.
Depois de pensar trinta segundos (enquanto me serviam o segundo Tanqueray) respondi-lhe que não, que não achava. Pela parte que me tocava e em abstracto, desde que a pessoa em causa estivesse feliz e contente e não mexesse em fósforos ou em facas afiadas, a questão era-me totalmente indiferente.
 

posted by VLX on 1:23 da manhã # (0) comments

CLARINHO: Uma das vantagens da blogosfera, quando os jornalistas dão troco a anónimos bloggers como eu, é podermos ver as coisas com maior clareza. Convido eventuais leitores a seguirem o diálogo entre mim e o JMF do Terras do Nunca (link directo só disponível na coluna da direita) a propósito da violência sobre jornalistas na Venezuela de Chávez. Qualquer leitor medianamente dotado percebe o núcleo da discussão, mas sobretudo a clareza meridiana da atitude de muitos jornalistas portugueses. Organizações que são absolutamente credíveis, se estiverem a denunciar excessos de sargentos americanos no Iraque ou de polícias italianos em manifestações anti-globalização, transformam-se na pena de JMF num curioso " O FNV acha que o problema da Venezuela é a liberdade de expressão". Não, não é o "FNV que acha", quem "acha" que os jornalistas venezuelanos são espancados, ameaçados, e presos, são a Human Rights Watch e a Reporters sans Frontiéres. Mais clara ainda é a opinião de JMF sobre o livre mercado da informação: na Venezuela, o sacrossanto valor ( para um jornalista) da liberdade da expressão é reduzido a uma conspiração de magnatas da comunicação social vendidos aos EUA "que incitam o povo contra o Presidente Chávez". Gosto particularmente das reminiscências que esta expressão me provoca, e não me espanto nada que o meu caro JMF se "esteja nas tintas para os jornalistas venezuelanos": têm sido precisamente os desprezos e os amores selectivos do "pessoal da indignação" que me têm feito escrever muitos posts nesta nau. Mas é sempre bom lê-lo com a clareza e com a autoridade que emanam do teclado de um conhecido jornalista como o João Morgado Fernandes.

PS:Com o JMF troco ideias ( apesar de em tempos ele ter expressado sérias dúvidas sobre a utilidade da coisa), mas apenas quando discordamos. Uma forma de estar. Mas ao menos o JMF quando acha que não, escreve, cita-me e rebate-me, eu idem. Mas existe um blogger que adoptou uma curiosa forma de comunicar comigo: depois de ter em tempos declarado que "não cá voltava" ( ao FNV do Mar Salgado), o Luís, da Natureza do Mal ( link directo com o problema acima citado) desde aí, sempre que alguém me dá na cabeçorra, posta mensagens de apoio ao autor de tais marretadas. Ou seja, lê o que escrevo, lê o que outros respondem, mas resguarda-se prudentemente. Uma ( outra) forma de estar, que registo divertido e enternecido.
 

posted by FNV on 12:03 da manhã # (0) comments

segunda-feira, maio 24:

O BIGODE: A "colagem" ao futebol, por parte de certos políticos, sempre me pareceu inadequada. Embora não duvide do eventual retorno eleitoralista de certas associações, o certo é que me parece degradante não só a "colagem" pessoal a estrelas ou clubes de futebol mas também a (infelizmente) pacífica invasão do discurso político pelo "futebolês", por obra e (des)graça dos próprios políticos. Acresce que também me parece inadequada a análise política ou social recorrendo a personagens da bola. O futebol - como a maioria dos desportos - é um mundo à parte, com regras próprias - algumas até ocultas - e, acima de tudo, é um desporto, sujeito às contingências próprias de qualquer modalidade, como por exemplo a sorte.
Há alguns meses, o editorial do Expresso debruçava-se sobre Carlos Queiroz, usando-o como exemplo de triunfo de portugueses no estrangeiro, indo ao pormenor de Queiroz ter "modernizado" a sua imagem rapando o bigode. Eleva-se a auto estima nacional colando-a a um sucesso desportivo.
O perigo desta prática parece-me óbvio. Queiroz foi hoje despedido do Real Madrid, alegadamente, por falta de carácter e de autoridade. A sua contratação foi rotulada de "equívoco".
Perante isto, podemos deixar crescer novamente o bigode...
 

posted by Neptuno on 6:30 da tarde # (0) comments

IDEOLOGIA E SEMÂNTICA, OU O "PESO SECRETO" DAS PALAVRAS: Abre-se hoje aqui uma secção de reflexão sobre problemas universais, que atormentam o Homem desde o início dos tempos.
Logo a seguir a questionar-se sobre o sentido da vida, o Homem procurou determinar a relação existente entre os termos "substituição" e "demissão". Tentando contribuir, ainda que humildemente, para tão momentosa discussão, eis o que eu diria se fosse um hermeneuta:
Dificilmente poderemos admitir uma relação de sinonímia entre substituição e demissão, mesmo que a segunda possa implicar (o que não é necessariamente certo) a primeira.
Substituição remete-nos para uma neutralidade do acto, uma acção formal que não desvela imediatamente as suas razões nem as motivações do autor, ou, se quisermos retomar as dicotomias heraclitianas, uma "leveza" que abstrai daquelas razões e motivações, centrando a intencionalidade do acto num sentido prospectivo, que por aí se torna essencialmente em expectativa e abertura. Os juízos que possam recair sobre a substituição tomarão como referente principal a performance (esperada ou já actual, consoante o momento em que se façam) da entidade substituinte, e a entidade substituída servirá apenas, se tanto, de termo de comparação.
Diversamente, a demissão (seja por iniciativa do próprio, seja por determinação do seu superior), na medida em que significa sempre uma patente inadequação do titular ao cargo, é já carregada de sentido autónomo, de uma dramaticidade que reivindica razões e motivações (as quais podem ser as mais diversas), ou, no esquema de Heraclito, do "peso" inerente a todo o olhar presente que se debruça sobre o passado, em retrospectiva absolutamente livre de qualquer futuro e, por isso, insusceptível de redenção.
Daí que se compreenda, neste contexto, a frase de Humberto Delgado, a quem certamente nunca passaria pela cabeça dizer, de Salazar, "obviamente, substituo-o".
A mostrar a leveza do conceito de substituição está também aquela história engraçada do rapazinho que, perguntado pela professora da escola primária acerca da profissão da mãe, insistia em responder (com inteira razão, aliás, como se viria a verificar) que a mãe era substituta. Mas isso fica para uma próxima.
 

posted by PC on 1:02 da tarde # (0) comments

ESCLARECIMENTO: Consigo aceder à caixa de comentários da própria nau em que estou engajado, mas não consigo responder ao que quer que me peçam lá. É triste, esta inépcia, mas é uma realidade. Tentarei resolver o problema.
 

posted by FNV on 12:40 da tarde # (1) comments

CECI N'EST PAS UNE PIPE: O livrinho de Foucault com ilustrações de René Magritte, hei-de oferecê-lo ( se já o tem, ficará com dois) um dia destes ao meu caro JMF do Terras do Nunca (link directo só disponível na coluna da direita). A propósito do meu post sobre a série negra de perseguições, prisões e agressões a jornalistas na Venezuela, e sobre o silêncio dos seus colegas portugueses, que me diz o JMF?
Primeiro qualifica-me como um pândego ( é sempre mais suave para comigo, do que para com outros bloggers a quem resolve açoitar) que definiu a Venezuela como uma ditadura, depois que vejo o mundo a preto e branco. Quem ler o meu post não encontra a definição da Venezuela como uma ditadura, embora o JMF tenha estabelecido um novo padrão em teoria política: se um líder for eleito democráticamente ( como Hitler) o regime nunca descamba. Mas o mais estranho, como bem me lembra um leitor, é que foi o JMF que proclamou no seu blogue que o "indignam" muito mais os actos de tortura, e violência "cometidos em democracia" do que os "cometidos em ditadura". Pois então indigne-se à vontade já que Chávez foi eleito democráticamente.
O essencial é que JMF não aborda nada do que escrevi sustentado na Human Rights Watch e na Reporters sans Frontiéres: a lei da rolha que proíbe críticas a Chávez nos media, a violência sobre os jornalistas. O que me leva a pensar que a utilização desta táctica velha e relha se deve ao facto o meu post o ter incomodado; acusou o toque, mas como o texto não era "sobre Cuba a propósito do Iraque" atrapalhou-se ligeiramente no açoite. O meu objectivo foi atingido : expôr, ainda que ligeiramente, a situação venezuelana no que respeita à liberdade de imprensa, e o absoluto desinteresse da esmagadora maioria dos jornalistas portugueses pela sorte dos seus colegas venezuelanos .
A discussão fica por aqui já que o JMF me mandou ler ( está a tornar-se uma mania, isto de me mandarem ler coisas) a Economist, condição essencial "para talvez um dia falarmos": eternamente agradecido pela magnanimidade educacional do JMF, farei os possíveis por preencher os pré-requisitos. Em retribuição, sobre o mundo a preto a branco, um pedacinho do livrinho de Foucault & Magritte, sobre o par corps/rideau:

" Ce qui est à droite est à gauche, ce qui est à gauche est à droite; ce qui est caché ici est visible là; ce qui est découpé est en relief; ce qui est plaqué s'étend au loin".
 

posted by FNV on 10:34 da manhã # (1) comments

domingo, maio 23:

MALES QUE VÊM POR BEM: Com a Operação Sirene Dourada da GNR em curso, que já resultou na detenção de dois ex-autarcas socialistas de Salvaterra de Magos ( entre outros detidos), ao menos livrar-nos-emos de voltar a ver a nossa blogosférica companheira, Ana Gomes, a percorrer as ruas e a apitar apitos. Dourados.

Nota: pedem-me para vincar que o nome da operação é "Sirene Oculta", o que faço em prejuízo do jogo de palavras com o "dourado" de outras apitadelas. Resta o essencial: que políticos profissionais não se comportem como arruaceiros de café.
 

posted by FNV on 9:21 da tarde # (0) comments

HELLFIRE: A actividade criminosa de Israel em Rafah não foi comentada pelos adversários intelectuais do cruzada anti-Bush esta semana, seja nos jornais seja na blogosfera. E é uma pena. Independentemente dos objectivos - aniquilação de terroristas - utilizar máquinas de guerra como os helicópteros Super Cobra e os AH 64 Apache, na destruição de casas e barracas de civis, é uma monstruosidade. O Super Cobra utiliza misseís TOW e AIM-9L Sidewinder, o AH 64 Apache utiliza os FFAR 70mm ( Folding Fire Aerial Rockets). Ambos disparam no entanto o sistemas de misseís Hellfire: exacto, "Fogo do Inferno", em tradução consensual.
 

posted by FNV on 8:54 da tarde # (1) comments

SURPRISE, SURPRISE! Com Tarantino a presidir ao júri, o copo de fel anti-Bush de Micahel Moore venceu Cannes. A Disney não quer distribuir a coisa, Tarantino e Moore aranjarão decerto outra distribuidora: qualquer das partes faz o seu papel. Aguardo, divertido, as reacções, especialmente uma, reciclada dos gloriosos tempos que já não voltam: a que sustentará que o governo americano, porque eleito numa democracia, deveria comprar os direitos de distribuição do filme e obrigar os súbditos do Tio Sam a verem o filme ( e Moore a comprar o último modelo da Mercedes). Quer queiram quer não. Afinal, é o mínimo que se pode exigir a uma democracia, não é assim?
 

posted by FNV on 7:47 da tarde # (3) comments

ÚTERO REAL: O JPH do Glória Fácil ( link directo só disponível na coluna da direita) surpreende-me com uma análise curiosa da boda real. A novel princesa engravida, o Príncipe é um bonito macho que se irá desenrascar sexualmente noutras paragens; o casamento continua, mas por via da maternidade a princesa nunca mais voltará a ser a mesma sexualmente falando, o divórcio anuncia-se, e ela fica sem a custódia dos filhos, porque assim foi acordado pré-nupcialmente. Interessa-me a primeira parte, ou seja, o suposto deserto sexual durante a gravidez bem como a também suposta modificação defintiva do apetite sexual feminino após a primeira experiência maternal.
O útero de uma mulher adulta não grávida pesa cerca de 56 gramas, passa a pesar quase um quilo no final da gravidez ( sendo o miométrio quem mais trabalha), talvez por isso os Masai acreditem que na barriga da mulher grávida existe o bapuka, uma entidade divina que alimenta o bébé e que morde o pénis do homem que quiser ter relações sexuais com a futura mamã. Hipócrates por sua vez acreditava que o útero vagava, ou seja, vagueava pelo corpo, até ao externo ou mesmo até ao pescoço, tornando-se histérico se não fosse convenientemente alimentado com sémen. O ponto é que este orgão é fabuloso ao ponto de se saber hoje, que tal como certas áreas do cérebro, é capaz de produzir beta-endorfinas e dinorfinas, vulgo opiáceos endógenos. Também produz anandamida, uma molécula similar ao princípio activo da cannabis, o THC. O embrião, mais propriamente o blastócito, ainda descerebrado, na altura de se acoplar ao útero, atira-se às proteínas canabinóides ( cabeça-no-ar, é o que é). Ou seja, durante a gravidez, a mulher produz as suas proprias drogas para tolerar tanto inchaço, o filho consome-as para suportar a vida ( Freud bem avisava que a vida é lixada) e juntos curtem uma agradável sessão sauvage.
Não espanta que durante a gestação, a princesa se esteja nas tintas para o príncipe. Já a suposta diminuição do apetite sexual da mulher depois de ser mãe não passa de um mito: porte-se o parceiro como deve ser, resista ou dissimule a tentação, fique por casa, trabalhe e ganhe dinheiro ( pois pois...), faça-a rir, que tudo rápidamente volta a ser o que era. O útero está lá, pronto a começar tudo de novo.
 

posted by FNV on 11:31 da manhã # (4) comments


This site is powered by Blogger because Blogger rocks!



Mar de opinioes, ideias e comentarios. Para marinheiros e estivadores, sereias e outras musas, tubaroes e demais peixe graudo, carapaus de corrida e todos os errantes navegantes.

Velhos lobos do mar

Tripulação
Filipe Nunes Vicente (FNV)
Nuno Mota Pinto (NMP)
Vasco Lobo Xavier (VLX)
Ze Pedro Dordio (Neptuno)

Mensagens SOS
lobosdomar2 at gmail.com

Subscribe in a reader

Vagas de Fundo
35 mm
A a Z (Nuno Judice)
A Bordo
A Destreza das Dúvidas
A Espuma dos Dias
A Invencao de Morel
A Mesa de Cafe
A Montanha Magica
A Natureza do Mal
A Origem das Especies
A Terceira Noite
A Voz do Deficiente
Aba de Heisenberg
Actual
Adufe
Aforismos e Afins
Albergue Espanhol
Alexandre Soares Silva
Almanaque Republicano
Almocreve das Petas
Amor e Ocio
Angulo Morto
Aurea Mediocritas
Azul Cobalto
Babugem
Bandeira ao Vento
Beco das Imagens
Bem pelo Contrario
Bibliotecario de Babel
...bl-g- -x-st-
Bloguitica
Blogues - Parlamento
Bombyx-mori
Camara Corporativa
Camara de Comuns
Campo de Afectos
Carreira da India
Casa em Construcao
Casmurro
Choque de Geracoes
Citador
Cocanha
Companhia de Mocambique
Complexidade e Contradicao
Conta Natura
Contrafactos
Contra Indicado
Corta Fitas
Critico Musical
Daily Make-Up
Da Literatura
Delito de Opiniao
Defender o Quadrado
Der Terrorist
Dias Felizes
DOTeCOMe
Educacao Sentimental
Escrito a Lapis
Esplanar
Esquina do Rio
Essencial ou Acessorio
Estado Civil
Estado do Sitio
Estudos sobre o Comunismo
Estrangeirados
Eternuridade
Foram-se os Aneis/Os Dedos
Futuro Presente
G. Civil Espanhola
Gavea
Gloria Facil
hARDbLOG
Hipatia
Hole Horror
Hotel Sossego
Ilhas
Humanae Litterae
Imprensa Internacional
Industrias Culturais
Intima Fraccao
Janela para o Rio
Jansenista
Joel Neto
Klepsydra
Lampada Magica
Lei Seca
Leitura Partilhada
letraminuscula
LER (Revista)
Margens de Erro
Mas certamente que sim!
Ma-Schamba
Mau Tempo no Canil
Medico Explica
Mel com Cicuta
Melancomico
Memoria Inventada
Memoria Virtual
Metablog
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miss Pearls
Modus Vivendi
Mostarda
Nariz de Ferro
Na Trilha de Moebius
No Arame
Nonio
O Ceu sobre Lisboa
O Jardim Asssombrado
O Mocho
O Pulo do Gato
O Sinico
O Regresso a Veneza
O Valor das Ideias
Oficina das Ideias
Passado/Presente
Pastoral Portuguesa
Pastilhas
Periferica
Pobre e Mal Agradecido
Portugal Contemporaneo
Portugal dos Pequeninos
Prazer Inculto
Professorices
Prosa Solta
Quadratura do Circulo
Quase em Portugues
Quase Famosos
Quatro Caminhos
Quezia
A Reforma da Justica
Renas e Veados
Respirar o mesmo Ar
Respublica
Retorica e Persuasao
Retorta
Rocketboom
Roma Antiga
Rua da Castela
Rua da Judiaria
Senhor Palomar
Sentidos da Vida
Seta Despedida
Sete Sombras
Sitio dos Haikais
Sobre o tempo que passa
Sociedade Harmonia
Solvstag
Sopa de Pedra
Sound+Vision
SOS Racismo
Spectrum
Suction with Valchek
Sulmoura
Sushi Leblon
Tempo Dual
Terra da Alegria
Textos de Contracapa 2
Tomara que caia
Torreao Sul
True Lies
Turing Machine
Um blog sobre Kleist
Uniao de Facto
Universos Desfeitos
Vida Breve
Vitriolica webb's ite
Xupacabras
White Rabbit

O bom bordo
A Arte da Fuga
A Causa foi Modificada
ABC do PPM
Abrupto
Acho eu
Almariado
Azimutes
Blasfemias
Blogue dos Marretas
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Caminhos Errantes
Causa Liberal
Contra a Corrente
Desesperada Esperanca
Esmaltes e Joias
Fumacas
Gattopardo
Gato do Cheshire
Homem a Dias
Impertinencias
Loja do Queijo Limiano
Nem Tanto ao Mar...
Nortadas
Notas Soltas
O Cachimbo de Magritte
O Insubmisso
O Insurgente
O Sitio (JP Coutinho)
Observador
4R - Quarta Republica
Republicas Mortas
Sexta Coluna
Traducao Simultanea
Tomar Partido
31 da Armada
Vasco Campilho
Virtualidades
Vox Pop (Paulo Gorjao)
Voz do Deserto

O outro bordo
2+2=5
A Barbearia do Sr. Luis
Abrangente
Anti-Direita Portuguesa
Arquivo (Pedro Adao e Silva)
Arrastao
Aspirina B
Avatares de Desejo
Avesso do Avesso
Bicho Carpinteiro
Blogo Social Portugues
Causa Nossa
Cinco Dias
Cobra Cuspideira
Descredito
Ex-Ivan Nunes
French kissin'
Forum Cidade
Grao de Areia
Hoje ha Conquilhas...
Independencias
Irmao Lucia
Irreflexoes
Jugular
Ladroes de Bicicletas
Laranja Amarga
Linha de Conta
O Amigo do Povo
O Canhoto
O Tempo das Cerejas
Os Tempos que Correm
Pais Relativo
Palavra Aberta
Peao
Puxa Palavra
Tempo dos Assassinos
Zero de Conduta

Boa Onda
100nada
7000 Nomes
3 Tesas
A Espada Relativa
A Origem do Amor
A Tasca
A Toca do Gato
Abobada Palatina
Abutres
Albergue dos Danados
Alcagoita
Alfacinha
Amicus Ficaria
Anarca Constipado
Ardazorelhas
Armada Invisivel
Azul Limao
Balta-zar
Bazonga da Kilumba
Beatas
Big-head Motel
Blog Sem Nome
Blogame Mucho
Blogotinha
Blogue dos Putos
Cao de Guarda
Carta de Amor
Cerco do Porto
Chaparro
Chapeleiro Louco
Cheiro a Torradas
Cibertulia
Cimbalino
Conversa na Travessa
Conversas de Cafe
Controversa Maresia
Cronicas Matinais
Daedalus
Desblogueador de Conversa
Desejo Casar
Dias que Voam
El Coronel
Elogio da Ginja
Epicurtas
Ernesto Cadaval
Exacto
Flores do Campo
Forcas de Blogueio
Gabardina
Gato Fedorento
Grupo do Pato
Hora Absurda
Impensavel
Internet para Domesticas
Intimista
Irmao Lucia
Lapis de Cor
Lapis de Minas
Linha de Cabotagem
Lobi do Cha
Loira Gasta
Mais coisa menos coisa
Maizumpomonte
Manos Metralha
Maus Figados
Meia Livraria
Minimalismo
Ministerio do Bom Senso
Misterio
Morte aos Feios
Mostrengos
Mulheres e Deusas
My Moleskine
Niilista Optimista
No Parapeito
Nucleo Duro
O Anacleto
O Bisturi
O Carimbo
O Jumento
O Piolho da Solum
O Proletario Vermelho
O Velho da Montanha
O Vilacondense
Ocidental Praia
Office Lounging
Opinion Desmaker
Os Outros de Nos
Outro lado da Lua
Papoila
Pirilampo Magico
Planeta-Reboque
Ponto e Virgula
Rata Maluka
Revisao da Materia
Sabor a Sal
Santa Ignorancia
Sebenta
Sem Penis nem Inveja
Sem querer penso
Ser Portugues (ter que)
Sexo dos Anjos
Silhuetas
Sociedade Anonima
Substrato
The Amazing Trout Blog
The Dying Animal
The Galarzas
The Ultimate Bitaite
Torneiras de Freud
Tragico-Come(r)dia
Trenguices
Tudo menos Politica
Um pouco mais de Sul
Umbigo
Undisclosed-Recipient
Vamos Lixar Tudo
Vela Latina
Womenage a Trois
Xobineski Patruska
XX-XY

Especialistas
A forma do Jazz
Agenda Diplomatica
Arqueoblogo
Arquitectices
Arquivos do Cinefilo
Antonio Reis
Blog de Publicidade
Bola Verde
Caderneta da Bola
Causidicus
Clube de Fas do Jose Cid
Cum grano salis
Dicionario Diplomatico
Direito e Economia
Direitos
Empreender
Epiderme (Arquitectura)
Futeblog Total
Futebol Mesmo
Incursoes
Intervencoes Sonoras
Lifecooler (Turismo)
Maes (e pais tambem)
Maritimo
Megafone (Futebol)
Metablogue
Naufragium
Nietzsche e Schopenhauer
Noite Escura (Musica)
Notas Formais
Notas Verbais
O Cozinheiro
O Gang (Arquitectura)
Pardalitos do Choupal
O Portista
O Projecto (Arquitectura)
Ondas (Surf)
Respirar o mesmo ar
Sangue Leonino
Sempre Briosa
Sex in Lisbon
Simplesmente Briosa
Socio(B)logue 2.0
Teatro no Ar
Terceiro Anel
The Serendipitous Cacophonies
Toiradas
Upgrade
Ultimatos
Venda-se (Economia)
Via Rapida (Musica)
Vidro Azul (RUC)

Bussolas
Bloco de Notas
Blog Clipping
Blogo
Blogolicos Anonimos
Blogueio
Jornalismo e Comunicacao
Ponto Media
PTBloggers
Technorati Beta
Weblog em Portugal

Pessoal da Estiva
A Cagada
A Minha Pilinha
Adoro Mulheres
Merdas do Costume
O Meu Pipi
O Periodo
O Pipi vai nu
Penis Desorientado

Armada Invencivel
Uniao Blogues Livres

Homens ao Mar
A Mao Invisivel
A Praia
A Saga do Povo Portugues
ABsurdo
Aquele Outro
Aqui nao ha Poeta
Aviz
Barnabe
Blogo vos vejo
Blog de Esquerda (I)
Blog de Esquerda (II)
Bloguitica Internacional
Bloguitica Nacional
BZR
Caminhante
Catalaxia
Cidadao Livre
Coluna Infame
Comprometido Espectador
Conta Corrente
Criticar os Blogues
Cristovao de Moura
Cruzes Canhoto
De Direita
De Esquerda
Descobrimentos
Dicionario do Diabo
E a Cultura, Estupido
Einstein
Espigas ao Vento
Espigas ao Vento (II)
Estudos sobre o Comunismo (I)
Extravaganza-2003
Flor de Obsessao
Farpas
Fora do Mundo
French kissin'
Freira Dadaista
Heterodoxias
Intelligo
Janela Indiscreta
Jaquinzinhos
Latinista Ilustre
Lerias
Liberdade de Expressao
Linhas Tortas
Lista de Blogs
Macjete
Mata Mouros
Mephistofeles
Meridiano
Xanelcinco
Mukankala
Murmurios do Silencio
Nacional Porreirismo
Nao esperem nada de mim
No Quinto dos Imperios
O Complot
O Espectro
O Estado das Coisas
O Franco Atirador
O Maranhao
O Sinedrio
Outro, eu
Pais Relativo
Palavrar
Pano para mangas
Pela Santa Liberdade
Portugal e Arredores
Posto de Escuta
Pula Pulga
Quarta Vaga
Ref. Azul Electrico
Replicar
Revista Atlantico
Ruim
Socio(B)logue
Terras do Nunca
Thomaz vs. Cunhal
Tugir
Valete Fratres
Vendedora Peganhenta
Via da Verdade
Vitamina C
What do you represent
Whisky2000

Translate
Traducao

Arquivo
05/04/2003 - 05/11/2003 05/11/2003 - 05/18/2003 05/18/2003 - 05/25/2003 05/25/2003 - 06/01/2003 06/01/2003 - 06/08/2003 06/08/2003 - 06/15/2003 06/15/2003 - 06/22/2003 06/22/2003 - 06/29/2003 06/29/2003 - 07/06/2003 07/06/2003 - 07/13/2003 07/13/2003 - 07/20/2003 07/20/2003 - 07/27/2003 07/27/2003 - 08/03/2003 08/03/2003 - 08/10/2003 08/10/2003 - 08/17/2003 08/17/2003 - 08/24/2003 08/24/2003 - 08/31/2003 08/31/2003 - 09/07/2003 09/07/2003 - 09/14/2003 09/14/2003 - 09/21/2003 09/21/2003 - 09/28/2003 09/28/2003 - 10/05/2003 10/05/2003 - 10/12/2003 10/12/2003 - 10/19/2003 10/19/2003 - 10/26/2003 10/26/2003 - 11/02/2003 11/02/2003 - 11/09/2003 11/09/2003 - 11/16/2003 11/16/2003 - 11/23/2003 11/23/2003 - 11/30/2003 11/30/2003 - 12/07/2003 12/07/2003 - 12/14/2003 12/14/2003 - 12/21/2003 12/21/2003 - 12/28/2003 12/28/2003 - 01/04/2004 01/04/2004 - 01/11/2004 01/11/2004 - 01/18/2004 01/18/2004 - 01/25/2004 01/25/2004 - 02/01/2004 02/01/2004 - 02/08/2004 02/08/2004 - 02/15/2004 02/15/2004 - 02/22/2004 02/22/2004 - 02/29/2004 02/29/2004 - 03/07/2004 03/07/2004 - 03/14/2004 03/14/2004 - 03/21/2004 03/21/2004 - 03/28/2004 03/28/2004 - 04/04/2004 04/04/2004 - 04/11/2004 04/11/2004 - 04/18/2004 04/18/2004 - 04/25/2004 04/25/2004 - 05/02/2004 05/02/2004 - 05/09/2004 05/09/2004 - 05/16/2004 05/16/2004 - 05/23/2004 05/23/2004 - 05/30/2004 05/30/2004 - 06/06/2004 06/06/2004 - 06/13/2004 06/13/2004 - 06/20/2004 06/20/2004 - 06/27/2004 06/27/2004 - 07/04/2004 07/04/2004 - 07/11/2004 07/11/2004 - 07/18/2004 07/18/2004 - 07/25/2004 07/25/2004 - 08/01/2004 08/01/2004 - 08/08/2004 08/08/2004 - 08/15/2004 08/15/2004 - 08/22/2004 08/22/2004 - 08/29/2004 08/29/2004 - 09/05/2004 09/05/2004 - 09/12/2004 09/12/2004 - 09/19/2004 09/19/2004 - 09/26/2004 09/26/2004 - 10/03/2004 10/03/2004 - 10/10/2004 10/10/2004 - 10/17/2004 10/17/2004 - 10/24/2004 10/24/2004 - 10/31/2004 10/31/2004 - 11/07/2004 11/07/2004 - 11/14/2004 11/14/2004 - 11/21/2004 11/21/2004 - 11/28/2004 11/28/2004 - 12/05/2004 12/05/2004 - 12/12/2004 12/12/2004 - 12/19/2004 12/19/2004 - 12/26/2004 12/26/2004 - 01/02/2005 01/02/2005 - 01/09/2005 01/09/2005 - 01/16/2005 01/16/2005 - 01/23/2005 01/23/2005 - 01/30/2005 01/30/2005 - 02/06/2005 02/06/2005 - 02/13/2005 02/13/2005 - 02/20/2005 02/20/2005 - 02/27/2005 02/27/2005 - 03/06/2005 03/06/2005 - 03/13/2005 03/13/2005 - 03/20/2005 03/20/2005 - 03/27/2005 03/27/2005 - 04/03/2005 04/03/2005 - 04/10/2005 04/10/2005 - 04/17/2005 04/17/2005 - 04/24/2005 04/24/2005 - 05/01/2005 05/01/2005 - 05/08/2005 05/08/2005 - 05/15/2005 05/15/2005 - 05/22/2005 05/22/2005 - 05/29/2005 05/29/2005 - 06/05/2005 06/05/2005 - 06/12/2005 06/12/2005 - 06/19/2005 06/19/2005 - 06/26/2005 06/26/2005 - 07/03/2005 07/03/2005 - 07/10/2005 07/10/2005 - 07/17/2005 07/17/2005 - 07/24/2005 07/24/2005 - 07/31/2005 07/31/2005 - 08/07/2005 08/07/2005 - 08/14/2005 08/14/2005 - 08/21/2005 08/21/2005 - 08/28/2005 08/28/2005 - 09/04/2005 09/04/2005 - 09/11/2005 09/11/2005 - 09/18/2005 09/18/2005 - 09/25/2005 09/25/2005 - 10/02/2005 10/02/2005 - 10/09/2005 10/09/2005 - 10/16/2005 10/16/2005 - 10/23/2005 10/23/2005 - 10/30/2005 10/30/2005 - 11/06/2005 11/06/2005 - 11/13/2005 11/13/2005 - 11/20/2005 11/20/2005 - 11/27/2005 11/27/2005 - 12/04/2005 12/04/2005 - 12/11/2005 12/11/2005 - 12/18/2005 12/18/2005 - 12/25/2005 12/25/2005 - 01/01/2006 01/01/2006 - 01/08/2006 01/08/2006 - 01/15/2006 01/15/2006 - 01/22/2006 01/22/2006 - 01/29/2006 01/29/2006 - 02/05/2006 02/05/2006 - 02/12/2006 02/12/2006 - 02/19/2006 02/19/2006 - 02/26/2006 02/26/2006 - 03/05/2006 03/05/2006 - 03/12/2006 03/12/2006 - 03/19/2006 03/19/2006 - 03/26/2006 03/26/2006 - 04/02/2006 04/02/2006 - 04/09/2006 04/09/2006 - 04/16/2006 04/16/2006 - 04/23/2006 04/23/2006 - 04/30/2006 04/30/2006 - 05/07/2006 05/07/2006 - 05/14/2006 05/14/2006 - 05/21/2006 05/21/2006 - 05/28/2006 05/28/2006 - 06/04/2006 06/04/2006 - 06/11/2006 06/11/2006 - 06/18/2006 06/18/2006 - 06/25/2006 06/25/2006 - 07/02/2006 07/02/2006 - 07/09/2006 07/09/2006 - 07/16/2006 07/16/2006 - 07/23/2006 07/23/2006 - 07/30/2006 07/30/2006 - 08/06/2006 08/06/2006 - 08/13/2006 08/13/2006 - 08/20/2006 08/20/2006 - 08/27/2006 08/27/2006 - 09/03/2006 09/03/2006 - 09/10/2006 09/10/2006 - 09/17/2006 09/17/2006 - 09/24/2006 09/24/2006 - 10/01/2006 10/01/2006 - 10/08/2006 10/08/2006 - 10/15/2006 10/15/2006 - 10/22/2006 10/22/2006 - 10/29/2006 10/29/2006 - 11/05/2006 11/05/2006 - 11/12/2006 11/12/2006 - 11/19/2006 11/19/2006 - 11/26/2006 11/26/2006 - 12/03/2006 12/03/2006 - 12/10/2006 12/10/2006 - 12/17/2006 12/17/2006 - 12/24/2006 12/24/2006 - 12/31/2006 12/31/2006 - 01/07/2007 01/07/2007 - 01/14/2007 01/14/2007 - 01/21/2007 01/21/2007 - 01/28/2007 01/28/2007 - 02/04/2007 02/04/2007 - 02/11/2007 02/11/2007 - 02/18/2007 02/18/2007 - 02/25/2007 02/25/2007 - 03/04/2007 03/04/2007 - 03/11/2007 03/11/2007 - 03/18/2007 03/18/2007 - 03/25/2007 03/25/2007 - 04/01/2007 04/01/2007 - 04/08/2007 04/08/2007 - 04/15/2007 04/15/2007 - 04/22/2007 04/22/2007 - 04/29/2007 04/29/2007 - 05/06/2007 05/06/2007 - 05/13/2007 05/13/2007 - 05/20/2007 05/20/2007 - 05/27/2007 05/27/2007 - 06/03/2007 06/03/2007 - 06/10/2007 06/10/2007 - 06/17/2007 06/17/2007 - 06/24/2007 06/24/2007 - 07/01/2007 07/01/2007 - 07/08/2007 07/08/2007 - 07/15/2007 07/15/2007 - 07/22/2007 07/22/2007 - 07/29/2007 07/29/2007 - 08/05/2007 08/05/2007 - 08/12/2007 08/12/2007 - 08/19/2007 08/19/2007 - 08/26/2007 08/26/2007 - 09/02/2007 09/02/2007 - 09/09/2007 09/09/2007 - 09/16/2007 09/16/2007 - 09/23/2007 09/23/2007 - 09/30/2007 09/30/2007 - 10/07/2007 10/07/2007 - 10/14/2007 10/14/2007 - 10/21/2007 10/21/2007 - 10/28/2007 10/28/2007 - 11/04/2007 11/04/2007 - 11/11/2007 11/11/2007 - 11/18/2007 11/18/2007 - 11/25/2007 11/25/2007 - 12/02/2007 12/02/2007 - 12/09/2007 12/09/2007 - 12/16/2007 12/16/2007 - 12/23/2007 12/23/2007 - 12/30/2007 12/30/2007 - 01/06/2008 01/06/2008 - 01/13/2008 01/13/2008 - 01/20/2008 01/20/2008 - 01/27/2008 01/27/2008 - 02/03/2008 02/03/2008 - 02/10/2008 02/10/2008 - 02/17/2008 02/17/2008 - 02/24/2008 02/24/2008 - 03/02/2008 03/02/2008 - 03/09/2008 03/09/2008 - 03/16/2008 03/16/2008 - 03/23/2008 03/23/2008 - 03/30/2008 03/30/2008 - 04/06/2008 04/06/2008 - 04/13/2008 04/13/2008 - 04/20/2008 04/20/2008 - 04/27/2008 04/27/2008 - 05/04/2008 05/04/2008 - 05/11/2008 05/11/2008 - 05/18/2008 05/18/2008 - 05/25/2008 05/25/2008 - 06/01/2008 06/01/2008 - 06/08/2008 06/08/2008 - 06/15/2008 06/15/2008 - 06/22/2008 06/22/2008 - 06/29/2008 06/29/2008 - 07/06/2008 07/06/2008 - 07/13/2008 07/13/2008 - 07/20/2008 07/20/2008 - 07/27/2008 07/27/2008 - 08/03/2008 08/17/2008 - 08/24/2008 08/24/2008 - 08/31/2008 08/31/2008 - 09/07/2008 09/07/2008 - 09/14/2008 09/14/2008 - 09/21/2008 09/21/2008 - 09/28/2008 09/28/2008 - 10/05/2008 10/05/2008 - 10/12/2008 10/12/2008 - 10/19/2008 10/19/2008 - 10/26/2008 10/26/2008 - 11/02/2008 11/02/2008 - 11/09/2008 11/09/2008 - 11/16/2008 11/16/2008 - 11/23/2008 11/23/2008 - 11/30/2008 11/30/2008 - 12/07/2008 12/07/2008 - 12/14/2008 12/14/2008 - 12/21/2008 12/21/2008 - 12/28/2008 12/28/2008 - 01/04/2009 01/04/2009 - 01/11/2009 01/11/2009 - 01/18/2009 01/18/2009 - 01/25/2009 01/25/2009 - 02/01/2009 02/01/2009 - 02/08/2009 02/08/2009 - 02/15/2009 02/15/2009 - 02/22/2009 02/22/2009 - 03/01/2009 03/01/2009 - 03/08/2009 03/08/2009 - 03/15/2009 03/15/2009 - 03/22/2009 03/22/2009 - 03/29/2009 03/29/2009 - 04/05/2009 04/05/2009 - 04/12/2009 04/12/2009 - 04/19/2009 04/19/2009 - 04/26/2009 04/26/2009 - 05/03/2009 05/03/2009 - 05/10/2009 05/10/2009 - 05/17/2009 05/17/2009 - 05/24/2009 05/24/2009 - 05/31/2009 05/31/2009 - 06/07/2009 06/07/2009 - 06/14/2009 06/14/2009 - 06/21/2009 06/21/2009 - 06/28/2009 06/28/2009 - 07/05/2009 07/05/2009 - 07/12/2009 07/12/2009 - 07/19/2009 07/19/2009 - 07/26/2009 07/26/2009 - 08/02/2009 08/02/2009 - 08/09/2009 08/09/2009 - 08/16/2009 08/16/2009 - 08/23/2009 08/23/2009 - 08/30/2009 08/30/2009 - 09/06/2009 09/06/2009 - 09/13/2009 09/13/2009 - 09/20/2009 09/20/2009 - 09/27/2009 09/27/2009 - 10/04/2009 10/04/2009 - 10/11/2009 10/11/2009 - 10/18/2009 10/18/2009 - 10/25/2009 10/25/2009 - 11/01/2009 11/01/2009 - 11/08/2009 11/08/2009 - 11/15/2009 11/15/2009 - 11/22/2009 11/22/2009 - 11/29/2009 11/29/2009 - 12/06/2009 12/06/2009 - 12/13/2009 12/13/2009 - 12/20/2009 12/20/2009 - 12/27/2009 12/27/2009 - 01/03/2010 01/03/2010 - 01/10/2010 01/10/2010 - 01/17/2010 01/17/2010 - 01/24/2010 01/24/2010 - 01/31/2010 01/31/2010 - 02/07/2010 02/07/2010 - 02/14/2010 02/14/2010 - 02/21/2010 02/21/2010 - 02/28/2010 02/28/2010 - 03/07/2010 03/07/2010 - 03/14/2010 03/14/2010 - 03/21/2010 03/21/2010 - 03/28/2010 03/28/2010 - 04/04/2010 04/04/2010 - 04/11/2010 04/11/2010 - 04/18/2010 04/18/2010 - 04/25/2010 04/25/2010 - 05/02/2010 05/02/2010 - 05/09/2010 05/09/2010 - 05/16/2010 05/16/2010 - 05/23/2010 05/23/2010 - 05/30/2010 05/30/2010 - 06/06/2010 06/06/2010 - 06/13/2010 06/13/2010 - 06/20/2010 06/20/2010 - 06/27/2010 06/27/2010 - 07/04/2010 07/18/2010 - 07/25/2010 07/25/2010 - 08/01/2010 08/01/2010 - 08/08/2010 08/08/2010 - 08/15/2010 08/15/2010 - 08/22/2010 08/22/2010 - 08/29/2010 08/29/2010 - 09/05/2010 09/05/2010 - 09/12/2010 09/12/2010 - 09/19/2010 09/19/2010 - 09/26/2010 09/26/2010 - 10/03/2010 10/03/2010 - 10/10/2010 10/10/2010 - 10/17/2010 10/17/2010 - 10/24/2010 10/24/2010 - 10/31/2010 10/31/2010 - 11/07/2010 11/07/2010 - 11/14/2010 11/14/2010 - 11/21/2010 11/21/2010 - 11/28/2010 11/28/2010 - 12/05/2010 12/05/2010 - 12/12/2010 12/12/2010 - 12/19/2010 12/19/2010 - 12/26/2010 12/26/2010 - 01/02/2011 01/02/2011 - 01/09/2011 01/09/2011 - 01/16/2011 01/16/2011 - 01/23/2011 01/23/2011 - 01/30/2011 01/30/2011 - 02/06/2011 02/06/2011 - 02/13/2011 02/13/2011 - 02/20/2011 02/20/2011 - 02/27/2011 02/27/2011 - 03/06/2011 03/06/2011 - 03/13/2011 03/13/2011 - 03/20/2011 03/20/2011 - 03/27/2011 03/27/2011 - 04/03/2011 04/03/2011 - 04/10/2011 04/10/2011 - 04/17/2011 04/17/2011 - 04/24/2011 04/24/2011 - 05/01/2011 05/01/2011 - 05/08/2011 05/08/2011 - 05/15/2011 05/15/2011 - 05/22/2011 05/22/2011 - 05/29/2011 05/29/2011 - 06/05/2011 06/05/2011 - 06/12/2011 06/12/2011 - 06/19/2011 06/19/2011 - 06/26/2011 06/26/2011 - 07/03/2011 07/03/2011 - 07/10/2011 07/10/2011 - 07/17/2011 07/17/2011 - 07/24/2011 08/07/2011 - 08/14/2011 08/21/2011 - 08/28/2011 10/09/2011 - 10/16/2011 10/23/2011 - 10/30/2011 11/06/2011 - 11/13/2011 11/27/2011 - 12/04/2011 12/11/2011 - 12/18/2011 12/18/2011 - 12/25/2011 01/08/2012 - 01/15/2012 02/05/2012 - 02/12/2012 02/26/2012 - 03/04/2012